icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/07/2014
18:24

O posto de homem forte no futebol do Figueirense já tem um novo dono. Após a saída de Rodrigo Pastana para o Bahia, Cléber Giglio, que atuava como gerente de futebol, foi escolhido como superintendente de esportes do clube alvinegro. Presidente do Figueira, Wilfredo Brillinger anunciou o dirigente no cargo nesta quinta-feira:

– Confiamos totalmente no Cleber para assumir esta função de superintendente pelos bons trabalhos que já realizou aqui em nosso clube desde a sua chegada. O trabalho do nosso novo superintendente será em conjunto com a comissão técnica e tem o total respaldo da presidência do clube para que a gente consiga ter sucesso em nossos objetivos e sair desta situação difícil no Campeonato Brasileiro.

O novo superintendente foi contratado em 2012 por Marcos Moura Teixeira para ser o coordenador de base do Furacão do Estreito. Deixou o clube após Odorico Durieux assumir a presidência, mas retornou em 2013 no cargo de gerente, posto antes ocupado por Leandro Nieheus.

E MAIS:
> Ex-São Paulo, Mazola quer 'vingar' no Figueirense: 'Difícil ser só promessa'
> Por apoio da torcida, Figueirense vende ingressos a partir de R$1
> Kléber elogia Argel e diz que tem 'mais liberdade para chegar ao ataque'

Cléber Giglio avaliou suas funções no novo cargo no Furacão do Estreito. Para o superintendente de esportes, o Figueirense poderá atingir os objetivos traçados para a temporada com o elenco atual.

– Vamos trabalhar em conjunto com a comissão técnica para discutir questões administrativas e de campo e buscar sempre as melhores soluções para o Figueirense. Vamos encarar cada jogo como uma decisão e confiando na força do nosso elenco atual, acredito que possamos chegar ao fim do ano com nossos objetivos atingidos – destacou.

Agente Fifa

Antes de trabalhar no Figueirense, Giglio atuava nos bastidores do futebol como empresário de jogadores, era agente Fifa - empresário regulamentado junto a entidade máxima de futebol para representar atletas. Apesar de ainda ter seu nome no sistema da Fifa, que permite consultas publicamente, Cléber Giglio garantiu ter pedido a retirada de seu registro e que deixou de exercer a função de agente desde que chegou ao Figueira:

Registro de Cléber Giglio enquanto Agente Fifa (Foto: Reprodução/Fifa.com)

– Já pedi a retirada da minha licença de agente Fifa e, como muitos sabem, eu não exerço mais essa função. A Fifa já havia retirado do sistema, mas semana passada fui informado por um colega de vocês, da imprensa, que meu nome constava lá novamente. Não sei porque voltou, mas já pedi novamente para que fosse retirado. Não sei se houve algum problema lá e não sei porquê voltou. Mas desde 2012 encerrei com minha atividade de agente e que nada influenciou no meu trabalho para chegar aqui – encerrou.