icons.title signature.placeholder VINÍCIUS PERAZZINI
21/06/2014
17:07

A Apevisa (Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária) encontrou irregularidades na comida servida pela Fifa para os funcionários e voluntários da Arena Pernambuco durante a última sexta-feira, quando foi realizado o jogo Itália x Costa Rica. Feijão, farofa, salada e pudim estavam estragados. No total, 320 quilos de alimentos acabaram apreendidos e a entidade máxima do futebol mundial foi notificada pela agência.

Seis trabalhadores da Arena apresentaram casos de diarreia, sendo que 36 voluntários precisaram de atendimento médico no próprio estádio. Todos os casos seguem sendo estudados pela Secretária de Saúde de Pernambuco.

A comida distribuida na Arena Pernambuco é preparada por uma empresa terceirizada que fica em Campinas, São Paulo. A Apevisa também notificou o distribuidor e os alimentos estão sob análise.

Secretária de saúde de Pernambuco, Ivette Buril admitiu os problemas, mas afirmou que outras sedes viveram o mesmo cenário.

- Irregularidades foram encontradas na cozinha central da Arena. Porém, não foi só aqui. Curitiba, Fortaleza, Cuiabá e Belo Horizonte, que trabalham com o mesmo fornecedor, também tiveram os mesmos problemas. Essas análises são feitas rotineiramente, justamente para evitar grandes problemas. Tudo irá se normalizar no próximo jogo - disse Ivette Buril.