icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/07/2014
14:37

Anunciado como reforço do Barcelona na última semana, Luis Suárez não poderá ser apresentado oficialmente pelo clube catalão no Camp Nou por conta da punição ao atacante, que mordeu o zagueiro italiano Chiellini durante a Copa do Mundo.

Segundo a porta-voz da Fifa, Delia Fischer, Suárez não poderá participar de qualquer evento ligado ao futebol. Nem mesmo os beneficentes até que se encerre sua punição de quatro meses.

- A proibição se refere a qualquer atividade ligada ao futebol. Ele não pode estar em algum evento público relacionado ao futebol, independente do lugar. Não pode nem mesmo estar em um evento de caridade ligado ao futebol - afirmou Fischer em entrevista publicada pela agência "AP".

Segundo o jornal uruguaio "El Observador", o Barcelona pretendia apresentar o atacante no Camp Nou na próxima quarta-feira, mas terá de mudar de ideia após a resposta negativa da entidade máxima do futebol. Suárez deve ser apresentado com menos pompa, em um teatro, com a presença de alguns sócios e torcedores.

Após a recusa da Fifa em diminuir a pena, Luis Suárez e a Associação Uruguaia de Futebol (AUF) poderão apelar na Corte Arbitral do Esporte (CAS). O presidente do clube catalão, Josep Maria Bartomeu, mostrou-se confiante que a pena do atacante será diminuída.

- Estamos apoiando o apelo feito pela federação uruguaia e estamos convencidos de que a punição inicial da Fifa será reduzida. Ele reconheceu o erro e o Barça assegurará sua reintegração ao mundo do futebol. Suárez trará suas qualidades, com gols e seu desejo de competir e vencer. Nós vamos ajudá-lo, com sua família, a se adaptar rapidamente a Barcelona e ao time - disse o mandatário ao site oficial do clube.