icons.title signature.placeholder Gabriel Carneiro
18/04/2014
08:03

O Comitê de Gestão do Santos nem sequer discutiu a chance de Léo renovar seu contrato, que vence no próximo dia 30 de abril, daqui a menos de duas semanas. No entanto, o veterano lateral-esquerdo não só faz parte da numeração fixa divulgada pelo clube nesta quinta-feira, como ainda vestirá a camisa 3, com a qual se tornou o maior vencedor do Peixe após a era Pelé. Mena, titular da posição hoje em dia, será o 15.

Recentemente, o jogador de 38 anos disse que aceitava jogar tanto na lateral esquerda quanto no meio de campo, mas não sabia se teria tempo de mostrar serviço, pois só ficou à disposição de Oswaldo de Oliveira em março. O treinador, aliás, sempre falou bem de Léo e avisou que gostaria de “espremer a laranja”.

A diretoria do Santos tem evitado falar sobre o assunto publicamente, e nem chegou a discutir a possibilidade de ampliação do vínculo após abril de 2014. Segundo o L!Net apurou, Léo, que só fez um jogo em 2014, não deve ficar no Santos, e o assunto ainda não foi tema de discussão entre os membros da diretoria de futebol. A única saída pode ser um pedido do próprio treinador, que não tem utilizado Léo com frequência.

Em outras oportunidades, o veterano jogador, que precisou se recuperar de lesão no joelho direito nos primeiros meses do ano, disse que se aposentará caso o Peixe não estenda o vínculo após 30 de abril. Ele está cursando Gestão de Futebol em uma escola de São Paulo e quer ser dirigente a partir de 2015.