icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro e Thiago Fernandes
icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro e Thiago Fernandes
15/07/2013
20:49

Na noite desta segunda-feira, a delegação do Atlético-MG segue para Assunção, onde enfrenta o Olimpia (PAR) pelo jogo de ida da final da Copa Libertadores. Jogadores e comissão técnica foram recebidos com muita festa no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins. Até o presidente Alexandre Kalil, sempre ausente nas viagens do clube pelo torneio, compareceu ao local para seguir em excursão.

No principal parque aeroviário do estado, o esquema de segurança era semelhante ao adotado na ida a Rosário, quando o time enfrentou o Newell’s Old Boys pela semifinal. A diferença foi a presença de grades que separaram torcedores e atletas.


Victor, Ronaldinho e o dirigente Alexandre Kalil foram os mais saudados por aqueles que compareceram ao aeroporto. A festa foi marcada por cânticos da torcida e sinalizadores no saguão principal e contou com cerca de 500 pessoas, conforme agentes da Polícia Militar de Minas Gerais, responsável pela segurança no local.

E MAIS:
> Tardelli valoriza ida do grupo ao Paraguai e ‘entrega’ ausência de Donizete
> Guilherme e Luan disputam a vaga de Bernard no ataque do Atlético-MG

Na sala de embarque para voos internacionais, os atletas foram surpreendidos por garotas de aproximadamente 15 anos que aguardavam o embarque para Orlando, nos Estados Unidos, onde excursionarão durante este mês. Neste momento, Bernard, suspenso para a partida de quarta-feira, foi um dos mais ‘tietados’ pelas jovens.

O Atlético-MG embarca rumo ao Paraguai às 21h em voo fretado. A previsão é que os jogadores cheguem à capital do país vizinho por volta da 1h da manhã (horário de Brasília). Ao desembarcar na cidade, eles seguem para o hotel e têm treinamento programado para o período vespertino no Estádio Defensores Del Chaco, palco da grande decisão.

Na noite desta segunda-feira, a delegação do Atlético-MG segue para Assunção, onde enfrenta o Olimpia (PAR) pelo jogo de ida da final da Copa Libertadores. Jogadores e comissão técnica foram recebidos com muita festa no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins. Até o presidente Alexandre Kalil, sempre ausente nas viagens do clube pelo torneio, compareceu ao local para seguir em excursão.

No principal parque aeroviário do estado, o esquema de segurança era semelhante ao adotado na ida a Rosário, quando o time enfrentou o Newell’s Old Boys pela semifinal. A diferença foi a presença de grades que separaram torcedores e atletas.


Victor, Ronaldinho e o dirigente Alexandre Kalil foram os mais saudados por aqueles que compareceram ao aeroporto. A festa foi marcada por cânticos da torcida e sinalizadores no saguão principal e contou com cerca de 500 pessoas, conforme agentes da Polícia Militar de Minas Gerais, responsável pela segurança no local.

E MAIS:
> Tardelli valoriza ida do grupo ao Paraguai e ‘entrega’ ausência de Donizete
> Guilherme e Luan disputam a vaga de Bernard no ataque do Atlético-MG

Na sala de embarque para voos internacionais, os atletas foram surpreendidos por garotas de aproximadamente 15 anos que aguardavam o embarque para Orlando, nos Estados Unidos, onde excursionarão durante este mês. Neste momento, Bernard, suspenso para a partida de quarta-feira, foi um dos mais ‘tietados’ pelas jovens.

O Atlético-MG embarca rumo ao Paraguai às 21h em voo fretado. A previsão é que os jogadores cheguem à capital do país vizinho por volta da 1h da manhã (horário de Brasília). Ao desembarcar na cidade, eles seguem para o hotel e têm treinamento programado para o período vespertino no Estádio Defensores Del Chaco, palco da grande decisão.