icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
12/12/2013
23:03

Cerca de 50 mil torcedores do Boca Juniors se reuniram, nesta quinta-feira, no centro de Buenos Aires (ARG), para festejar o "Día del hincha xeneize". No entanto, a celebração terminou da pior maneira possível, com incidentes e tumulto, assim como no ano passado, quando a data foi criada para homenagear o "Jugador Número 12" (12/12/2012).

Alguns baderneiros subiram em postes, marquises de lojas e no teto de bancas de jornais. A polícia, sem muita paciência, disparou bala de borracha e fez uso de gás de pimenta em busca da ordem, fazendo com que uma correria generalizada acontecesse perto de locais turísticos - como Avenida 9 de Julho e o Obelisco.

Os confrontos recomeçaram na capital argentina por volta de 0h30 (horário de Brasília) e muitas lojas foram depredadas e saqueadas. O saldo da confusão foi de quatro policiais feridos e 20 presos, segundo a emissora "C5N".

Comemoração do Boca em plena região central de Buenos Aires (Foto: Pedro Barboza)