icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/03/2014
15:59

Fernandinho mostrou que 90 minutos foram mais do que suficientes para entrar de cabeça na disputa por uma das vagas na Seleção Brasileira para a Copa do Mundo. O volante, assim como Rafinha, recebeu a chance no amistoso desta quarta-feira, contra a África do Sul - o último jogo antes da convocação final para o Mundial -, e, com uma pintura de gol, aproveitou a oportunidade. O Brasil, assim como Fernandinho, jogou fácil e goleou por 5 a 0. Destaque também para Neymar, que balançou as redes três vezes no Soccer City, em Johanesburgo. Oscar também deixou o dele, completando a lista de artilheiros do amistoso.

Agora, quem ainda quiser uma das valiosas vaga na Seleção Brasileira da Copa-2014 precisará mostrar serviço exclusivamente no clube, porque o Brasil só volta a campo nos amistosos às vésperas do Mundial, nos dias 3 e 6 de junho (contra Panamá e Sérvia), com os 23 já convocados.

JOGO FÁCIL

O Brasil não demorou muito para mostrar a eficiência no ataque. Eram 10 minutos quando Hulk, com um primor de passe feito quase da linha do meio-campo, deixou Oscar na cara do gol. O meia esbanjou categoria ao tocar por cima do goleiro. Oscar foi o principal nome da Seleção na etapa inicial (ele saiu no intervalo). Além do gol, ele exibiu vasto repertório, com passes precisos e até auxílio na marcação.

Em relação aos jogadores colocados à prova, tanto Rafinha quanto Fernandinho não foram muito exigidos na primeira etapa. O time sul-africano mostrou-se muito deficiente e não demandou muito trabalho ao lateral-direito e ao volante, que tiveram atuação um tanto quanto burocrática.

Os Bafana Bafana não conseguiram se ajeitar na marcação. O resultado? Novo buraco na zaga e espaço justamente para Neymar. Aí não teve discussão: 2 a 0 Brasil, depois de um chute que passou entre as pernas do goleiro.

Para o segundo tempo, o Brasil voltou diferente: com a camisa azul. E a equipe só precisou de 21 segundos para fazer o terceiro, novamente com Neymar, fazendo belo gol de cobertura - Fred foi o garçom.

Grupo festeja após primeiro gol, marcado por Oscar (Foto: Vipcomm)

GOLAÇO E GOLEADA

Voltando aos testes, Felipão cumpriu a promessa de deixar Rafinha e Fernandinho em campo durante os 90 minutos. O treinador resolveu dar mais liberdade ao volante, colocando Luiz Gustavo para começar o segundo tempo.

Rafinha não conseguiu produzir muito. E a chance também vinha sendo sem valor para Fernandinho, porque o ritmo do jogo caiu, ainda mais com o recuo dos sul-africanos. Mas o jogador tomou a iniciativa e, com um golaço num chute de muito longe, deixou todo mundo de boca aberta.

O quarto gol brasileiro fez Felipão dar uma risadinha marota no banco de reservas, como quem estava lisonjeado por receber um presentaço para "tirar onda" na Copa. Neymar ainda marcou o quinto - o terceiro dele -, já aos 45 minutos. Agora a bola está com o treinador, que no dia 7 de maio acabará com o mistério e divulgará a lista para a Copa.

ÁFRICA DO SUL 0 X 5 BRASIL
Local: Soccer City, em Johanesburgo (AFS)
Data/Hora: 5/3/2014, às 14h (de Brasília)
Árbitro: Antonio Caxala (ANG)
Auxiliares: Jerson dos Santos e Julio Gonçalves da Silva Lemos (ANG)
Gols: Oscar, 10'/1ºT (0-1); Neymar, 40'1ºT (0-2) e 1'/2ºT (0-3); Fernandinho, 33'/2ºT (0-4), Neymar, 45'/2ºT (0-5)
Cartão amarelo: Ramires (BRA)

ÁFRICA DO SUL: Williams, Ncongca, Matlaba, Khumalo (Xulo, 19'/2ºT) e Nthethe; Furman, Jali (Zungu, 9'/2T), Serero e Claasen (Ndlovu, 6'/2ºT); Parker (Patosi, 17'/2ºT) e Rantie (Manyisa, intervalo). Técnico: Gordon Igesund

BRASIL: Julio Cesar; Rafinha, David Luiz (Dante, 19'/2ºT), Thiago Silva e Marcelo (Daniel Alves, 12'/2ºT); Fernandinho, Paulinho (Luiz Gustavo, intervalo), Hulk (Willian, intervalo) e Oscar (Ramires, intervalo); Neymar e Fred (Jô, 16'/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari