icons.title signature.placeholder Matheus Babo
20/03/2014
08:11

Se a equipe do Horizonte que vai entrar em campo para o duelo contra o Fluminense, nesta quinta-feira, às 21h50, pela primeira fase da Copa do Brasil é formada por uma maioria de jovens jogadores, no banco o time conta com a experiência do treinador Roberto Carlos, que está há quase 10 anos no clube (desde a fundação), sendo três deles como técnico. A longevidade no Galo do Tabuleiro lhe rendeu o apelido de Sir Alex Ferguson do Ceará, em homenagem ao ex-treinador do Manchester United (ING), que comandou a equipe inglesa por 26 anos.

- Fico muito feliz com esses números e acho que isso é fruto do trabalho que é executado, da confiança do nosso presidente. Todo mundo sabe que nenhum treinador se segura sem resultados. Agradeço muito ao apoio de todos aqui de Horizonte. Comando alguns jogadores que  jogaram comigo há pouco tempo. Sou treinador do time há três anos, mas estou aqui há muito tempo - disse Roberto ao LANCE!Net.

Ante de virar treinador, Roberto foi lateral-direito e como jogador chegou muito próximo do título da Copa do Brasil de 1994. Ele atuava pelo Ceará no vice-campeonato do clube, quando a equipe terminou derrotada pelo Grêmio. Agora como técnico, o comandante do Horizonte espera surpreender o Fluminense nesta primeira fase da competição.

- Temos um jogo muito difícil. O Fluminense tem vários jogadores de qualidade, mas nós também temos um time de qualidade e sabemos da nossa capacidade. Esperamos surpreender essas equipes. Confio no trabalho, na motivação e tenho a esperança que faremos um grande jogo. Nosso primeiro objetivo é levar o jogo para o Rio e depois, quem sabe, conseguir a classificação - explicou. 

Homônimo do cantor Roberto Carlos, o treinador brincou ao ser perguntado sobre o cantor. Tido como fã, ele diz que isso não passa de uma brincadeira do seu irmão e que sempre fazem essa pergunta por conta da música "Além do Horizonte", sucesso do Rei e que serve como trocadilho com o nome da equipe que comanda:

- Muita gente me pergunta isso, mas foi uma brincadeira do meu irmão. Todo mundo gosta de fazer uma brincadeira com o nome daquele música, Além do Horizonte. Não sou fã do Roberto Carlos (risos).