icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/07/2013
13:21

O brasileiro Felipe Lima conquistou a primeira medalha para a natação do Brasil no Mundial de Esportes Aquáticos, em Barcelona. Na prova dos 100m peito, o brasileiro fez o melhor tempo de sua carreira com 59s65.

- Eu tinha essa missão de chegar aqui e fazer os meus melhores tempos, e deu muito certo na final. Passei com 27s2 e consegui segurar a volta ao lado do Cameron, ele é o atual campeão olímpico. Então, fui atrás do resultado e a consequência é essa medalha de bronze - disse Felipe ao LANCE!Net.

Antes do Mundial, o brasileiro nunca havia nadado esta prova com menos de um minuto. Nas semifinais dos 100m peito, Felipe já havia conquistado a marca de 59s84.

- É a realização de um sonho, eu busca isso há muito tempo, nadar abaixo de 1m, consegui nadar duas vezes aqui em Barcelona e agora é só comemorar. Amanhã tenho de voltar a concentração, que é o 50m peito - comentou o brasileiro.

O australiano Christian Springer venceu a prova com 58s79, e o sul-africano Cameron Van der Burgh ficou com a prata, com 58s97.

É a sexta medalha do Brasil no Mundial de Esportes Aquáticos.

O brasileiro Felipe Lima conquistou a primeira medalha para a natação do Brasil no Mundial de Esportes Aquáticos, em Barcelona. Na prova dos 100m peito, o brasileiro fez o melhor tempo de sua carreira com 59s65.

- Eu tinha essa missão de chegar aqui e fazer os meus melhores tempos, e deu muito certo na final. Passei com 27s2 e consegui segurar a volta ao lado do Cameron, ele é o atual campeão olímpico. Então, fui atrás do resultado e a consequência é essa medalha de bronze - disse Felipe ao LANCE!Net.

Antes do Mundial, o brasileiro nunca havia nadado esta prova com menos de um minuto. Nas semifinais dos 100m peito, Felipe já havia conquistado a marca de 59s84.

- É a realização de um sonho, eu busca isso há muito tempo, nadar abaixo de 1m, consegui nadar duas vezes aqui em Barcelona e agora é só comemorar. Amanhã tenho de voltar a concentração, que é o 50m peito - comentou o brasileiro.

O australiano Christian Springer venceu a prova com 58s79, e o sul-africano Cameron Van der Burgh ficou com a prata, com 58s97.

É a sexta medalha do Brasil no Mundial de Esportes Aquáticos.