icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
16/02/2015
22:14

O ex-meia Felipe, revelado pelo Vasco, analisou o começo de ano do Cruz-Maltino e, com os pés no chão, elogiou o time, mas fez ressalvas. O ex-jogador, que tinha na habilidade com o drible na perna esquerda, chegou na noite desta segunda-feira ao Camarote da Devassa para acompanhar os desfiles das escolas de samba do grupo especial do Rio.

- Acho que melhorou em relação ao ano passado, mas o Estadual não é parâmetro para o Brasileiro. Está muito aquém, com nível muito baixo, é inicio de temporada. Se o vasco quer pensar em algo grande, tem que se reforçar. Com esse elenco, vai ter muitas dificuldades no Brasileiro - ponderou o ex-jogador.

Felipe ainda contou um pouco o que anda fazendo na aposentadoria, mas revelou a intenção de voltar ao futebol em breve.

- Agora eu estou aproveitando a vida com minha família, fiquei muito tempo longe. Mas em breve vamos ficar dentro do futebol. Não sei se técnico ou dirigente. Vou me preparar. O futebol é minha vivência, quem sabe no futuro eu possa trabalhar - completou.

Com temperamento explosivo nos tempos de boleiro, o ex-jogador também falou sobre a disputa política entre os dirigentes do Rio e considera que a união poderia trazer evolução.

- Eu estava fora, na Disney, com minha família. Acompanhei de longe. Acho que o futebol carioca precisa se unir. Juntos, os quatro grandes têm uma força muito grande - emendou Felipe, comemorando o fato de poder, agora que não joga mais, curtir a Sapucaí relaxado:

- Agora pode tirar foto, não tem horário para acordar.