icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/02/2015
19:47

O Corinthians abriu o placar diante do Once Caldas com Emerson Sheik, logo aos 30 segundos de jogo, mas foi graças a um herói "torto" que encaminhou a goleada por 4 a 0 na Arena Corinthians, nesta quarta-feira, pela primeira fase na Libertadores. No início do segundo tempo, Felipe, em cabeçada após escanteio, marcou o segundo gol corintiano, quando o jogo ainda estava 1 a 0 e os colombianos tentavam pressionar, por ter um jogador a mais - Guerrero havia sido expulso aos 26 do primeiro tempo.

O jogador de 25 anos é alvo de críticas e atua sob desconfiança da torcida. Após o jogo, ele mostrou-se aliviado e ressaltou que, internamente, sente confiança de todo mundo.

- Veio o recado de todo mundo, da família principalmente, que acredita em mim. O gol veio na hora certa e não tenho que pensar em nada, só fazer meu trabalho - afirmou o zagueiro, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, no CT Joaquim Grava.

- Não só o Tite, mas todos meus companheiros acreditam em mim, tenho que deixar essa parte de lado e dar a vida. Fui premiado com um gol e meus companheiros me abraçaram, todos juntos - completou.

Contratado do Bragantino em 2012, Felipe já teve algumas chances como titular, mas nunca as aproveitou. No ano passado, por exemplo, ele assumiu a vaga na zaga ao lado de Gil, após a venda de Paulo André para o futebol chinês. Nos jogos seguintes, falhou e até chegou a fazer gol contra.
Nesta temporada, ele assumiu a vaga deixada por Anderson Martins. O experiente Edu Dracena foi contratado, mas ainda não tinha condições físicas para ser titular diante do Once Caldas. Tite, que tinha dando moral a Felipe, apostou e deu certo.

- Procuro fazer minha parte. Tite está comigo diariamente. O que só penso em fazer é treinar, treinar, treinar, treinar... Quando estamos treinando, fazendo nossa parte no dia a dia, a gente corrige os erros. O que aconteceu de errado, passou. A desconfiança vem de muitos, mas recebo muitos elogios também. Principalmente da minha família, que me dá força - disse o zagueiro alvinegro.