icons.title signature.placeholder Caio Carrieri, Eduardo Mendes, Maurício Oliveira e Thiago Salata
03/07/2014
16:37

A reunião com um grupo de jornalistas no início da semana, em Teresópolis, voltou a render na tarde desta quinta, no Castelão, em Fortaleza. Na conversa com seis jornalistas que o técnico tem relação mais próxima, a notícia de que Felipão trocaria um jogador da lista de convocados acabou vazando. O comandante explicou a situação, e tratou de aliviar qualquer tipo de crise por conta disso e do papo que teve na Granja.

- Não trocaria, não disse isso. Eu disse que, neste momento, eu poderia trocar, acrescentar um com característica para jogos diferentes, para esse momento. Se perguntarem a todos os técnicos, de todas as seleções, por uma razão ou outra, eles gostariam de acrescentar um. Se acrescentar um, tem de tirar um. É pelas características do jogo seguinte. Quando se faz a escolha, morre com os 23. Numa dificuldade, poderíamos escolher uma atitude diferente. É o quarto, quinto jogo. Fosse o primeiro não tem imagem nenhuma de troca - disse Scolari.

Felipão optou por um papo com os jornalistas também como estratégia, como mostrou o L!Net nesta semana. O técnico sabia da repercussão que isso causaria após abordar os mais diversos temas e pedir apoio a jornalistas isentos. Na véspera do jogo com a Colômbia, ele ironizou o ciúme que viu na mídia.

- Não tenho como descer e falar com todo mundo. Alguns são mais meus amigos, vou fazer isso. Fazia em 2002. Sentava com sete, oito, dez... Não tem problema. Os que não foram convidados talvez seja porque não goste tanto, ou porque não queria complicar. Juca (Kfouri, comentarista da ESPN Brasil) tem relacionado difícil com a CBF, mas é meu amigo de 30 anos. Não pode existir ciúme de homem, é brabo - disse Scolari, que diz não ter se arrependido da atitude e ainda brincou.

- Não. Adorei. Cadê minha amiga da Espanha? Cristina, Helô... Agora só mulher! Estão convidadas, falar como estão vendo o time. Sempre fiz isso, gente. Se não puder fazer o que gosto. Gostou, gostou, não gostou vai para o inferno...