icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes, Maurício Oliveira e Thiago Salata
22/06/2014
20:46

As declarações de Louis Vaan Gaal de que o Brasil poderá escolher seu adversário nas oitavas de final da Copa do Mundo geraram reações na Seleção Brasileira. Luiz Felipe Scolari não citou nomes, mas deixou claro de que a resposta foi para o treinador da Holanda. A definição do Grupo B, de onde sai o rival do Brasil, acontecerá antes dos jogos do Grupo A nesta segunda-feira.

- Prefiro a Espanha, já não está mais aqui. Seria WO. Primeiro tem de pensar em ganhar amanhã, classificar. Algumas pessoas se manifestam, dizendo que vamos escolher. Ou são burras ou mal intencionadas, porque se perdemos, vamos classificar? Temos de jogar para classificar. Os horários fora escolhidos pela Fifa. Parem de endeusar A, B ou C - afirmou o técnico da Seleção Brasileira, brincando com a gafe do repórter, que perguntou se ele preferiria enfrentar Chile ou Espanha, colocando a Fúria no lugar da Holanda.

Para Daniel Alves escolher adversário das oitavas pode ser um erro

- Eu falava do Chile há um ano atrás, era ridicularizado. Já conhecia o trabalho do Sampaoli. Tenho de jogar para ganhar. Estou conhecendo as pessoas, principalmente pelo o que o Rivaldo já me falava - completou Scolari.

O ex-meia da Seleção, destaque no penta, é desafeto do técnico da Holanda.

- Quem fala que vamos escolher manifesta um mal-estar, uma situação de desprezo a Camarões. E fico chateado com isso. Perderam dois jogos, de 1 a 0 e outro de 4 a 0 com todo segundo tempo com intuito de virar. Alguns treinadores não entendem ou são mal-intencionados - disse.