icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
27/11/2014
17:14

Figura marcante e bastante querida na torcida do Atlético-MG, o volante Pierre alcançou seu quarto título em quatro temporadas no time mineiro. Desta vez, porém, o 'cão de guarda' do Galo não esteve em campo diante do Cruzeiro, pela finalíssima da Copa do Brasil, e assistiu ao jogo do banco de reservas. A conquista, no entanto, teve um sabor diferente para o volante, que dedicou a taça ao irmão Arnol Júnior, falecido no final de outubro.

- Queria dedicar a meu irmão. Iinfelizmente ele não está em vida, mas a familia está junta e eu queria compartilhar essa alegria com todos. Deus foi muito bom comigo, mesmo eu passando por tantas dificuldades. Esse titulo nos traz acalento, felicidade em meio a tantas turbulências - comentou o jogador.

MAIS:
> Ex-capitão, Réver valoriza trajetória: 'não tinha como não ser campeão'
> Via Twitter, Ronaldinho parabeniza ex-companheiros de equipe pelo título

Nas primeiras duas temporadas de Pierre no Atlético-MG, o jogador passou em branco em questão de títulos. A partir do ano passado, o volante foi essencial na conquista do Mineiro e da Copa Libertadores, titular em ambos os torneios. Em 2014, Pierre levantou a Recopa e agora a Copa do Brasil.

- Temos que glorificar a Deus por mais uma conquista, então queria agradecer a Deus, minha família, essa torcida apaixonante, a torcida merece, o título é de vocês. É uma coroação, Deus foi muito bom comigo, fechamos o ano com titulo, que nos traz um acalento, felicidade. A torcida atleticana está de parabéns, nos orgulha de vestir esse mando - acrescentou.