icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/03/2014
14:17

Com mais uma virada, Roger Federer (8º) quebrou um jejum de mais de oito meses e levantou um troféu. O suíço derrotou, na tarde deste sábado, o tcheco Tomas Berdych (6º) por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 3-6, 6-4 e 6-3 e conquistou o ATP 500 de Dubai. O tenista de 32 anos não conquistava um título desde junho de 2013, quando venceu o ATP 250 de Halle, na Alemanha, no piso de grama.

Federer também já havia precisado de uma virada para avançar à final, já que nesta sexta-feira derrotou o sérvio Novak Djokovic (2º), pelas semifinais, após também perder o primeiro set.

Esta foi a segunda final de Federer em 2014. O suíço já havia decidido o ATP 250 de Brisbane, em janeiro, quando perdeu para o australiano Lleyton Hewitt. Ele foi campeão em Dubai pela sexta vez.

Na final deste sábado, Federer conseguiu uma quebra logo no terceiro game do primeiro set para sair liderando. Mas Berdych não aliviou para o suíço, devolveu em seguida e manteve o equilíbrio em quadra. Mais tarde, o tcheco encontrou vantagem com nova quebra de saque e fez 4-2. Daí, ele fechou a parcial por 6-3.

No segundo set, foi a vez de Berdych começar quebrando, mas levar a devolução mais tarde. No momento decisivo, porém, deu Federer. O suíço quebrou no último game e fechou por 6-4.

Com uma quebra no quarto game, o suíço abriu vantagem no set decisivo fazendo 4-1 mais tarde ao confirmar o saque. Com o título na mão, Federer venceu por 6-3 após duplo match-point no último game.