icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/07/2013
10:45

O tenista Roger Federer confirmou que vai utilizar um novo modelo de raquete a partir desta quarta-feira. Após anos de sucesso com um modelo de 90 polegadas, o suíço optou por um acréscimo de oito polegadas.

Com a mudança, Federer se aproxima da numeração das raquetes dos astros Novak Djokovic e Rafael Nadal, que utilizam modelos com cabeças de 100 polegadas. Já o atual campeão de Wimbledon Andy Murray usa a mesma numeração, 98, que será utilizada por Federer.

O objetivo é que com o maior número da cabeça da raquete, maior fique a potência. No entanto, Federer foi campeão de 17 Grand Slams com a antiga raquete e não foi fácil operar a mudança.

- É muito difícil fazer esta mudança após todo o sucesso que tive com aquela raquete - disse o tenista de 31 anos, ao New York Times.

A mudança operada pelo tenista se deve aos maus desempenhos na quadra este ano. Na Atual temporada, Federer não alcançou a final de nenhum dos três Grand Slams já disputados e foi campeão de apenas um torneio, o modesto ATP 250 de Halle. A maior decepção foi a eliminação precoce em Wimbledon, onde ele defendia o título conquistado em 2012.

O novo materias será testado pela primeira vez nesta quarta-feira, quando Federer vai estreiar no ATP 500 de Hamburgo, na Alemanha. O suíço vai encarar o alemão Daniel Brands.

O tenista Roger Federer confirmou que vai utilizar um novo modelo de raquete a partir desta quarta-feira. Após anos de sucesso com um modelo de 90 polegadas, o suíço optou por um acréscimo de oito polegadas.

Com a mudança, Federer se aproxima da numeração das raquetes dos astros Novak Djokovic e Rafael Nadal, que utilizam modelos com cabeças de 100 polegadas. Já o atual campeão de Wimbledon Andy Murray usa a mesma numeração, 98, que será utilizada por Federer.

O objetivo é que com o maior número da cabeça da raquete, maior fique a potência. No entanto, Federer foi campeão de 17 Grand Slams com a antiga raquete e não foi fácil operar a mudança.

- É muito difícil fazer esta mudança após todo o sucesso que tive com aquela raquete - disse o tenista de 31 anos, ao New York Times.

A mudança operada pelo tenista se deve aos maus desempenhos na quadra este ano. Na Atual temporada, Federer não alcançou a final de nenhum dos três Grand Slams já disputados e foi campeão de apenas um torneio, o modesto ATP 250 de Halle. A maior decepção foi a eliminação precoce em Wimbledon, onde ele defendia o título conquistado em 2012.

O novo materias será testado pela primeira vez nesta quarta-feira, quando Federer vai estreiar no ATP 500 de Hamburgo, na Alemanha. O suíço vai encarar o alemão Daniel Brands.