icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/03/2014
19:30

Roger Federer (5º) e Andy Murray (6º) não tiveram dificuldade para vencer seus jogos neste domingo no Masters 1.000 de Miami, nos Estados Unidos. Mas quem se deu melhor foi Novak Djokovic (2º) que nem precisou jogar já que seu adversário, o alemão Florian Mayer (32º), desistiu da competição. Nas oitavas de final, o sérvio vai enfrenta o espanhol Tommy Robredo (17º), que eliminou o francês Julien Benneteau, por 2 sets a 0, parciais de 6-3 e 6-4.

Neste domingo, Federer garantiu com tranquilidade a sua vaga nas oitavas. O suíço derrotou o holandês Thiemo de Bakker (162º), por 2 sets a 0, com duplo 6-3. Campeão em 2005 e 2006, o número 5 do mundo, que não jogou o torneio no ano passado por conta de lesão nas costas, terá pela frente o francês Richard Gasquet (9º), que passou pelo sul-africano Kevin Anderson (18º), por 2 sets a 0, parciais de 6-3 e 6-4.

Em outro jogo, sob o olhar do ex-técnico Ivan Lendl, o britânico Andy Murray passou com facilidade pelo o espanhol Feliciano López (34º), por 2 sets a 0, parciais de 6-4 e 6-1. A parceria entre o tenista e o tcheco terminou recentemente depois que o treinador preferir seguir outros projetos, incluindo participação em torneios de golfe. A presença de Lendl deu a entender que a separação não foi traumática.

Nas oitavas, Murray encara o francês Jo-Wilfried Tsonga (11º), que venceu o cipriota Marcos Baghdatis (143º), por 2 sets a 1, parciais de 4-6, 7-6 (8-6) e 7-5, em 2h30 de partida.