icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/11/2013
10:07

Com metas iguais, mas momentos completamente distintos na Superliga Feminina, Brasilia Vôlei e Rio do Sul/Equibrasil abrem, nesta sexta-feira, a sexta rodada da competição. Os times se enfrentam às 21h30, no Sesi Taguatinga, num confronto direto por uma vaga nos playoffs.

As campanhas se equivalem: as duas equipes perderam quatro jogos e venceram um até agora. A diferença é o retrospecto recente. Enquanto  o time da capital federal cedeu a virada ao São Cristóvão Saúde/São Caetano, na última rodada, quando deixou escapar um match point, as catarinenses surpreenderam a favorita Unilever em casa, ao vencerem por 3 sets a 1.

- Elas certamente estarão muito motivadas depois da última vitória, ainda mais contra a Unilever, um time com tantos títulos. Mas vamos tentar recuperar os pontos perdidos nesse último jogo para buscar nosso primeiro objetivo, que é estar entre as oito e nos classificarmos para a fase final - avaliou a oposto Eli, que saiu do banco e foi destaque do time brasiliense na última partida.

O Brasília ainda conta com um problema no elenco. A ponteira bicampeã olímpica Paula Pequeno sofre com uma inflamação no Tendão de Aquiles e é dúvida para o jogo. Ela só entrou em quadra no decorrer do duelo anterior, mas pouco atuou. Sem lamentar, Eli espera que a equipe seja mais efitiva nos momentos decisivos.

- Contra o São Caetano, acho que faltou, nos momentos decisivos do jogo, terminar o que tínhamos começado quando vencemos o terceiro set, fazendo 2 a 1. Faltou caprichar mesmo - disse.