icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes, Maurício Oliveira e Thiago Salata
26/06/2014
21:53

A Seleção Brasileira chegou por volta das 21h no Aeroporto Internacional de Confins, em Belo Horizonte. Cerca de cem pessoas esperavam no saguão, mas os jogadores, como fazem todas as delegações das seleções na Copa do Mundo, pegaram ônibus na pista de pouso e partiram de lá direto para o Hotel Ouro Minas. No caminho, pela Rodovia MG-010, por onde a reportagem do LANCE!Net também passou, torcedores agitavam bandeiras, empolgados só com a expectativa de ver o ônibus da Seleção passar, escoltado por viaturas e motocicletas da Polícia Militar.

Mais de 600 pessoas já aguardavam a delegação na porta do Ouro Minas Palace Hotel e nas ruas próximas, onde a delegação ficará hospedada até o próximo sábado, data do jogo contra o Chile, pelas oitavas de final da Copa.


Centenas de torcedores em frente ao hotel da Seleção (Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)

Um torcedor fantasiado de Hulk chamava a atenção. Outro, com fogos de artifício fazia pirotecnia, sem colocar em risco outros fãs. Muita gritaria e boatos de que o ônibus estava chegando agitavam a galera a cada dez minutos. Uma das ruas laterais do hotel foi fechada pela polícia só para torcedores aguardarem o ônibus. Enquanto a ansiedade aumentava, as duas entradas do hotel acumulavam cada vez mais fanáticos. Até no viaduto próximo ao hotel virou arquibancada.

Até um ex-jogador apareceu no meio da multidão. Era Jean Carlo, ex-meia de Palmeiras e Guarani, na década de 1990. Disse que queria encontrar o preparador de goleiros da Seleção, Carlos Pracidelli, com quem trabalhou no Verdão.


O ex-meia Jean Carlo, de Palmeiras e Guarani, foi ao hotel da Seleção (Foto: Thiago Salata)

Os jogadores passaram e Fred mandou beijos e fez um sinal de coração com as mãos para a torcida. Outros pararam na varanda e acenaram para a galera, que reagiu de forma histérica. Bernard, campeão da Libertadores-2013 pelo Atlético-MG, também foi muito ovacionado.

O treino da Seleção foi às 13h desta quinta-feira, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). Insatisfeito com o rendimento da equipe, Felipão fez quatro mudanças, sendo uma por causa de dores lombares que tiraram o zagueiro David Luiz do coletivo. Fernandinho, Maicon e Ramires substituíram Paulinho, Daniel Alves e Hulk, respectivamente e nesta ordem.


Fred acena para os torcedores histéricos no hotel da Seleção (Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)