icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/03/2014
22:10

A atuação de Fabrício Correa Neves foi bastante contestada pelos jogadores do Internacional durante e após o empate do Colorado diante do São José-RS, na noite desta quarta. Os comandados de Abel Braga, que também não gostou nada da atuação do árbitro, se sentiram prejudicados por Fabrício, que teria deixado de marcar mais de um penalidade a favor do Inter. O apoiador Alex, por exemplo, viu falta de coragem de responsável pela arbitragem.

Ao ser indagado sobre a possibilidade de o empate no Estádio do Vale poder ser colocado na conta de Fabrício Correa Neves, Alex citou faltas que ele sofreu e um segundo pênalti cometido pelo São José, antes de valorizar o desempenho do Zequinha. Mas ele não ficou em cima do muro ao falar sobre a postura do árbitro.

– Não vou creditar (o empate) a ele, mas vou dizer que um pênalti claro foi. Uma falta em mim na entrada da área foi também. Faltou um pouco de coragem para dar o pênalti, foi claro que bateu na mão dele (jogador do São José). Mas não vou creditar. O São José fez um grande partida e nos dificultou. O que manda no futebol é eficiência – disse Alex, ao deixar o gramado.

Quem também deixou a sua insatisfação com a arbitragem do jogo foi o atacante Rafael Mora, autor do gol colorado.

– Já foi dito no Gre-Nal. Em alguns momentos, o bandeira, o Conceição (Paulo Conceição), foi de uma arrogância incrível. Tem que haver respeito mútuo. A gente cobra, e eles são autoridades, mas eles precisam nos ouvir em certos momentos também – destacou o camisa 11.

Com o empate desta quarta, o Inter segue na liderança do Grupo A do Gauchão, agora com 32 pontos, mas não conseguiu confirmar, já diante do São José, a melhor campanha do Gauchão.

Tudo igual! Com gol no fim, Inter arranca empate do São José