icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
04/11/2014
16:19

As próximas 24 horas serão agitadas para as tripulações que disputam a Volvo Ocean Race. O tempo estimado de chegada a Cidade do Cabo indica que o Abu Dhabi, por enquanto líder da primeira etapa, deve cruzar a linha de chegada no porto sul-africano no início da noite desta quarta-feira. Por isso, a equipe árabe não quer saber de descanso. Todo mundo trabalhando sem dormir até ganhar a perna.

- Nosso comandante Ian Walker não dorme. Seus olhos estão vermelhos e ele fica nervoso a cada diminuição de velocidade do barco - disse Matt Knighton, repórter a bordo do Abu Dhabi.

O Abu Dhabi foi o time que por mais tempo liderou a etapa. Desde a passagem por Cabo Verde, a tripulação de Ian Walker poucas vezes perdeu a ponta. Atrás tentando as últimas cartadas estão Dongfeng Race Team e Team Brunel, da China e Holanda, respectivamente.

A flotilha da Volvo Ocean Race mostra ainda o Team Vestas Wind (4º), Team Alvimedica (5º), MAPFRE (6º) e Team SCA (7º).

- Perdemos um pouco de contato com os barcos da frente. Na última madrugada ficamos mais de quatro horas parados. Pela manhã, o vento entrou e a gente começou a andar. Esperamos chegar em quatro dias na África do Sul. Estamos sim frustrados por não ter encontrado um bom caminho para fazer avanços contra os nossos adversários - disse André 'Bochecha' Fonseca, brasileiro do MAPFRE da Espanha.

Lembrando que a pontuação da Volvo Ocean Race mudou em relação à última edição. O vencedor leva um ponto, o segundo dois e assim por diante. O campeão será o barco que somar menos pontos no final do evento.