icons.title signature.placeholder Caio Carrieri, Fellipe Lucena e Thiago Ferri
21/12/2013
08:11

Comissão técnica e diretoria sonham com reforços como Elano, Bruno César e Rafael Sobis, mas a realidade preocupa até o presidente Paulo Nobre: o Palmeiras enfrenta dificuldades para montar seu elenco e recorre a apostas, como o volante França e o atacante peruano Ruidíaz, novos alvos.
O interesse pela dupla veio à tona na última sexta-feira, um dia após o presidente adotar tom pouco animador em uma reunião do Conselho de Orientação e Fiscalização (COF).

– Vai ser muito difícil. O presidente nos mostrou que está trabalhando para contratar, mas não há a preocupação de ser campeão no centenário. O que existe é a montagem de um time que renda frutos no futuro – disse Alberto Strufaldi Neto, presidente do COF, ao L!Net, na sexta.

Neste contexto, o clube busca jovens desconhecidos como alternativa para os medalhões que pedem alto. O volante França, 22 anos, teve tuberculose assim que chegou ao Hannover (ALE), no início do ano, não emplacou e quer voltar ao Brasil. Ele tem contrato até o fim de 2016 e, segundo a imprensa alemã, está perto de ser liberado ao Verdão para um ano de empréstimo.

O atacante Raúl Ruidíaz, 23 anos, estava emprestado pelo Coritiba ao Universitario (PER) e marcou 21 gols na última liga nacional. David Pezúa, agente do atleta, disse à rádio “Ovación” que recebeu uma proposta do Palmeiras. Com contrato até julho de 2015, também viria por empréstimo de um ano. O Palmeiras trabalha em sigilo e não confirma as tratativas.

São perfis semelhantes aos de Rodolfo, atacante de 20 anos da base do Rio Claro, e Marquinhos Gabriel, meia de 23 anos que estava no Bahia. O primeiro está contratado e o segundo, bem encaminhado.

Os alvos de maior impacto

Elano
Grêmio aceita emprestá-lo até o fim de 2014, mas o meia pediu muito alto.

Bruno César
Clube fez proposta ao Al-Ahli (SAU) para tê-lo por empréstimo. Meia não se anima com ganhos por produtividade.

Lúcio
Zagueiro deve sair do São Paulo sem custos. Pedido salarial agradou.

Rafael Sobis
Kleina pediu o atacante do Fluminense, que custa caro. O mesmo com o lateral-esquerdo Carlinhos, também do Flu.

Alecsandro
Clube fez sondagem ao atacante do Galo, que também pediu muito. Alex, meia desejado, vai ficar no Coxa.

Veja um bate-bola com Alberto Strufaldi Neto, presidente do Conselho de Orientação e Fiscalização:

L!Net: O que Paulo Nobre comentou na reunião do COF sobre a dificuldade que tem encontrado para fazer vingar a ideia da produtividade?
ASN: Ele diz que é algo ainda a ser compreendido, é uma renovação (a ideia de contrato por produtividade). O Paulo está determinado a cumprir metas.

O presidente admite internamente a dificuldade em fazer a renovação de diversos contratos?
Ele fala de maneira geral, que está batalhando, mas as contrapropostas apresentadas nas negociações vêm muito acima.

Por tudo o que se tem falado nos bastidores do clube, quais são as projeções para 2014, ano de relevância na história do Palmeiras?
Vai ser muito difícil, precisará de muita determinação para atingir as metas estabelecidas. O presidente está se esforçando, mas está tendo dificuldades (no mercado).

Como sempre, a torcida está ansiosa por grandes nomes. Existe essa possibilidade de a diretoria fazer grandes investimentos?
A ideia não é ter um time só para o ano do centenário, mas fazer um time que possa render por cinco anos, por um longo prazo. Fazer um elenco sustentável.