icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2013
14:34

Na coluna Fala, Piloto! desta quinta-feira, Miguel Paludo, da Nascar Truck Series, analisou seu desempenho na última corrida, no oval de Iowa, em que terminou em sétimo. Além disso, ele também comentou seu próximo desafio, um novo circuito oval, só que de terra.

Fala, Piloto!

Miguel Paludo

Olá amigos do L!Net,

Minha coluna desta quinta-feira vai contar um pouco como foi minha última corrida na Nascar e como estão os preparativos para a prova mais inusitada do calendário deste ano: andar com minha picape em um oval de terra!

Neste último final de semana, corri no curto oval de Iowa, uma das pistas que mais gosto. A Turner Scott Motorsports, meu time na Truck Series, fez um bom trabalho: liderei treinos e larguei de uma ótima segunda posição na etapa.

Tivemos uma corrida de desempenho bastante sólido, já que estive dentro do top-5 em toda prova. Na última relargada, sofri toques de dois pilotos que me atrapalharam e acabei perdendo algumas posições.

Terminei a prova em sétimo lugar, que no fim foi muito bom para o campeonato. Além de subir uma posição, estou a 34 pontos do segundo colocado, mostrando que é possível escalar ainda mais a tabela nas próximas corridas.

E como pode-se fazer mais de 40 pontos em uma prova, estou apostando minhas fichas na próxima etapa, que será realizada no próximo dia 24, na pista do oval de terra em Eldora.

Pela primeira em muitos anos, a Nascar Truck Series visita esse tipo de pista, que será uma novidade para mim e muitos outros pilotos do grid.

Cheguei a testar em uma pista semelhante na semana passada e gostei bastante. Demos tantas voltas que terminamos o dia parecendo que havíamos feito um rally na terra! Com certeza foi ótimo para acumular experiência antes de Eldora.

Agora é colocar nossa picape no chão batido e pisar na tábua rumo a cada vez mais alto na tabela de classificação.

Na coluna Fala, Piloto! desta quinta-feira, Miguel Paludo, da Nascar Truck Series, analisou seu desempenho na última corrida, no oval de Iowa, em que terminou em sétimo. Além disso, ele também comentou seu próximo desafio, um novo circuito oval, só que de terra.

Fala, Piloto!

Miguel Paludo

Olá amigos do L!Net,

Minha coluna desta quinta-feira vai contar um pouco como foi minha última corrida na Nascar e como estão os preparativos para a prova mais inusitada do calendário deste ano: andar com minha picape em um oval de terra!

Neste último final de semana, corri no curto oval de Iowa, uma das pistas que mais gosto. A Turner Scott Motorsports, meu time na Truck Series, fez um bom trabalho: liderei treinos e larguei de uma ótima segunda posição na etapa.

Tivemos uma corrida de desempenho bastante sólido, já que estive dentro do top-5 em toda prova. Na última relargada, sofri toques de dois pilotos que me atrapalharam e acabei perdendo algumas posições.

Terminei a prova em sétimo lugar, que no fim foi muito bom para o campeonato. Além de subir uma posição, estou a 34 pontos do segundo colocado, mostrando que é possível escalar ainda mais a tabela nas próximas corridas.

E como pode-se fazer mais de 40 pontos em uma prova, estou apostando minhas fichas na próxima etapa, que será realizada no próximo dia 24, na pista do oval de terra em Eldora.

Pela primeira em muitos anos, a Nascar Truck Series visita esse tipo de pista, que será uma novidade para mim e muitos outros pilotos do grid.

Cheguei a testar em uma pista semelhante na semana passada e gostei bastante. Demos tantas voltas que terminamos o dia parecendo que havíamos feito um rally na terra! Com certeza foi ótimo para acumular experiência antes de Eldora.

Agora é colocar nossa picape no chão batido e pisar na tábua rumo a cada vez mais alto na tabela de classificação.