icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/07/2013
10:04

Ao contrário dos últimos anos, quando podia gastar o que bem entendesse para conseguir seus alvos no mercado de transferências, o Chelsea precisa se adequar aos termos do Fair Play financeiro, que irá ser implantado nesta temporada no futebol europeu. Por isso, segundo a imprensa inglesa, o time comandado por José Mourinho não poderá ir além dos 30 milhões de libras (R$ 104 milhões) por Rooney.

 - O clube está trabalhando duro para manter um balanço financeiro saudável, mas ainda podemos investir em um jogador de renome e não quebrar esse equilíbrio. Não precisamos vender ninguém para comprar esse atleta. O atacante que queremos, por exemplo, não vale 50 milhões de libras (R$ 173,2 milhões) - comentou o técnico José Mourinho, se referindo claramente a Wayne Rooney.

O treinador português já declarou mais de uma vez que só tem um alvo para a próxima temporada, que é o atacante do Manchester United. O atual campeão inglês, porém, segue fazendo jogo duro e não quer liberar Rooney, que estaria brigado com a hierarquia dos Red Devils.

Ao contrário dos últimos anos, quando podia gastar o que bem entendesse para conseguir seus alvos no mercado de transferências, o Chelsea precisa se adequar aos termos do Fair Play financeiro, que irá ser implantado nesta temporada no futebol europeu. Por isso, segundo a imprensa inglesa, o time comandado por José Mourinho não poderá ir além dos 30 milhões de libras (R$ 104 milhões) por Rooney.

 - O clube está trabalhando duro para manter um balanço financeiro saudável, mas ainda podemos investir em um jogador de renome e não quebrar esse equilíbrio. Não precisamos vender ninguém para comprar esse atleta. O atacante que queremos, por exemplo, não vale 50 milhões de libras (R$ 173,2 milhões) - comentou o técnico José Mourinho, se referindo claramente a Wayne Rooney.

O treinador português já declarou mais de uma vez que só tem um alvo para a próxima temporada, que é o atacante do Manchester United. O atual campeão inglês, porém, segue fazendo jogo duro e não quer liberar Rooney, que estaria brigado com a hierarquia dos Red Devils.