icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/03/2014
13:01

Muricy Ramalho, técnico do São Paulo, planeja poupar titulares do time na próxima rodada do Campeonato Paulista. Mas o atacante Luis Fabiano não quer ficar de fora da partida. Em ótima fase no Tricolor, o artilheiro da competição, com nove gols, quer encarar o Ituano. Muitos acreditam que o motivo para que Fabuloso não seja poupado é a chance para ele "forçar" um cartão amarelo para chegar ao mata-mata zerado, ao contrário dos últimos anos, quando acumulou suspensões indesejáveis.

- Eu não quero saber de descanso, eu vou jogar. Estou feliz com o meu momento e quero jogar o máximo possível para ajudar o São Paulo - afirmou Luis Fabiano, que desconversou quando perguntado sobre levar um cartão amarelo proposital.

- Não podem deixar isso - disse.

Caso Luis Fabiano leve o amarelo, será o seu terceiro e ele terá de cumprir suspensão automática na última rodada da primeira fase. Como o São Paulo já está classificado, o atacante iniciaria a etapa decisiva do Estadual com cartões zerados.

Em 2012, Luis Fabiano vinha em bom momento e marcou dois gols nas quartas de final na vitória de 4 a 1 sobre o Bragantino. Mas o Fabuloso tentou cavar uma falta na partida e recebeu um cartão amarelo desnecessário. Suspenso da semifinal contra o Santos, foi substituído por William José, que anotou um gol, mas não foi suficiente para evitar derrota para o Peixe.

Ainda em 2012, na Sul-Americana, Luis Fabiano foi expulso no primeiro jogo da final, contra o Tigre, da Argentina, por se envolver em briga com o zagueiro argentino que havia agredido Lucas. Sem participar do jogo da volta, o centroavante viu de camarote o Tricolor ser campeão no intervalo, após os o adversário abandonar a partida.

No ano passado, Luis Fabiano discutiu com o árbitro que apitava o jogo entre São Paulo e Arsenal, também da Argentina, na fase de grupos da Copa Libertadores da América. O atacante foi expulso e pegou longo gancho. Voltou apenas no segundo jogo das oitavas de final, contra o Atlético-MG. Fabuloso ainda fez um gol, mas o time foi eliminado pelo Galo, que viria a ser campeão continental mais tarde.

Além do dilema de Luis Fabiano, se leva ou não o terceiro amarelo, o São Paulo também não sabe se "ajuda" o rival Corinthians. Se empatar ou vencer o Ituano, o São Paulo deixará o Timão dependendo somente dele mesmo para se classificar. Mas, caso o time do interior supere o Tricolor, o Timão vai precisar secar novamente na última rodada para que a classificação possa ser conquistada.

Nos treze jogos em que atuou no ano - um pela Copa do Brasil e doze pelo Campeonato Paulista -, Luis Fabiano levou apenas dois cartões amarelos, ambos pelo Estadual. A fase é boa não só no aspecto disciplinar, mas no técnico também: já são nove gols na temporada.