icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/11/2014
20:16

Luis Fabiano foi titular diante do Vitória neste domingo porque Muricy Ramalho resolveu dar descanso a Alan Kardec. Mas a boa atuação do centroavante, que fez o primeiro gol do triunfo por 2 a 1 e ainda ajudou a marcação em Salvador, pode ser recompensada com nova oportunidade como titular no duelo com o Internacional, às 22h de quarta-feira, em jogo adiantado da 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

- Fazia muito tempo que ele não jogava sem a bola. E é difícil para o centroavante ocupar espaços. Todos precisam ocupar o espaço sem a bola. Ele brigou muito, então a gente vai ver o que fazer. Estamos revezando o time, grandes jogadores ficaram fora. O Luis foi bem e agora a gente vai ver se mexe no time. Todo mundo tem a cabeça feita que todas as mudanças são para o time. Quem fica fora aceita - disse Muricy Ramalho.

Fabuloso também se animou com o bom desempenho no Barradão e creditou a dedicação apresentada em campo ao apoio dado pelos companheiros no Tricolor. Artilheiro do time na temporada com 18 gols, o camisa 9 acredita que os são-paulinos podem conquistar, ao menos, um título em 2014.

- Esse grupo é muito determinado, lutador e trabalhador. A gente tem a possibilidade real de lutar por um título no fim do ano. Esses pontos conquistados podem ser importantes para cotinuarmos sonhando, mesmo que não seja fácil. É um grupo feito de vitória e de vontade de ser campeão - ressaltou o atacante.

Apesar da redenção na Bahia, Luis Fabiano segue mantendo em aberto seu futuro no Morumbi. O contrato, assinado em março de 2011, tem duração até o fim do ano que vem e será renovado se a diretoria tricolor se interessar. Pelo menos é o que prega o centroavante.

- Continuo com a minha tese, o futuro a Deus pertence. A única coisa certa é que tenho mais um ano de contrato. Eu não posso falar do futuro, tenho um ano de contrato e acho que vou cumprir. Se tiver disposição das duas partes de continuar, vamos sentar e conversar sem problema. Mas a gente não tem certeza do futuro - despistou.