icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/03/2014
18:29

Autor do passe para Rafael Moura no segundo gol do Internacional, Fabrício consolidou suas boas atuações contra o maior rival. Depois do gol no primeiro turno - empate em 1 a 1, na Arena -, deixou o He-Man livre para marcar no meio da área. Além disso, marcou gol em um clássico de 2012. A jogada de domingo, segundo o lateral-esquerdo, é treinada pela dupla. O camisa 6 também valoriza a vantagem aberta no clássico Gre-Nal e pede inteligência no jogo de volta, no dia 13 de abril.

– A gente sabe que em Gre-Nal as coisas ganham importância. Fico muito feliz por este histórico positivo no clássico e por retribuir a confiança de todos. Estou contente pelo ano que venho fazendo no Inter e trabalho para manter o bom nível de atuações. Tomara que já possamos coroar esta primeira parte da temporada com o título gaúcho. Temos que ser inteligentes para fazer valer a vantagem que trouxemos da Arena, sabendo que nada está decidido ainda – concluiu o jogador de 27 anos e 1,84m.

O gol saiu após uma jogada em velocidade. Alan Patrick lançou o lateral, que passou para o zagueiro Ernando. O defensor ajeitou novamente para o camisa 6, que superou a marcação de Ramiro para colocar na área. O He-Man se antecipou a Alán Ruiz para virar o jogo.

– Sabia que o He-Man ia antecipar, é uma jogada que a gente pratica muito nos treinamentos. Vi que ele estava “fechando” pelo meio e tentei cruzar tirando do goleiro. Deu certo. Acho que o gol fez justiça ao que mostramos na segunda etapa, foi uma vitória merecida pela nossa superioridade em campo –comentou o atleta.

Agora, Fabrício acumula três assistências e cinco bolas na rede em 2014 - terceiro artilheiro da equipe, atrás apenas dos centroavantes Rafael Moura (9) e Wellington Paulista (7). Autor do primeiro gol do novo Beira-Rio, já defendeu o Inter em 127 oportunidades desde 2011. Seu contrato estende-se até dezembro próximo.