icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/12/2013
12:52

Aos 36 anos, o goleiro Fábio Costa anunciou oficialmente sua aposentadoria neste domingo, no dia em que o título brasileiro de 2002 do Santos completou 11 anos. Com contrato até 31 de dezembro deste ano com o Peixe, o atleta já sabia que não seguiria no clube na próxima temporada, mas preferiu, também, encerrar sua carreira.

- São 21 anos como profissional, desde os 15 anos nesse ritmo. Perdi a alegria de jogar. Não tenho mágoas do Santos, apenas fico triste por não terem me escolhido – disse o jogador à “Santa Cecília TV”, canal local da Baixada Santista.

Desde 2010, quando a atual administração assumiu o Alvinegro, Fábio Costa perdeu espaço e chegou a ser emprestado para Atlético-MG e São Caetano. Depois, treinou separado no CT Rei Pelé, mas seguiu sem atuar e recebendo salários de R$ 170 mil, segundo o presidente em exercício do clube, Odílio Rodrigues. Agora, o goleiro segue trabalhando com o futebol, mas fora de campo.

- Teria que ser uma coisa que fizesse muita diferença para me fazer mudar de ideia. O meu perfil não se encaixa no mercado hoje. Minha vida segue fora de campo. Vou trabalhar na empresa que cuidou da minha carreira - completou.

Com 345 jogos, Fábio Costa é o segundo goleiro que mais atuou com a camisa do Santos, atrás apenas do Manga, que jogou em 404 partidas. Antes de chegar ao Peixe, conquistou três títulos baianos pelo Vitória, em 1996, 97 e 99. Atuando pelo time da Vila Belmiro, conquistou o Brasileirão de 2002 e os paulistas de 2006 e 2007.