icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/07/2014
21:47

No jogo mais animado desta primeira parte da 11ª rodada, Avaí e Atlético-GO fizeram uma partida eletrizante na Ressacada. O árbitro Avelar Rodrigo da Silva teve muito trabalho, expulsando um jogador de cada time. Primeiro foi a vez de Antônio Carlos, após uma forte entrada em Jorginho, levando o cartão vermelho direto. O Atlético-GO dominava a partida, mas o zagueiro Artur, que recebeu um cartão amarelo aos 47 minutos do 1º tempo, cometeu pênalti um minuto depois em Pablo, levou o segundo amarelo e igualou o número de jogadores em campo para cada time.

O Avaí tinha a chance de se reerguer na partida, mas o goleiro Márcio defendeu a cobrança de Cléber Santana. Logo no começo do segundo tempo, Marquinhos cobrou falta na cabeça de Pablo e o zagueiro empatou a partida. Porém, além de ter defendido o pênalti de Cléber Santana, o ídolo do Dragão, Márcio, estava em noite inspirada e fez pelo menos três defesas espetaculares. O jogo caminhava para um empate, mas aos 46 minutos do segundo tempo, Anderson Lopes cruzou na cabeça do volante Diego Felipe, que garantiu a virada do Avaí. A grande vitória na estreia do técnico Geninho, garantiu a 6ª colocação para o Leão, que soma 17 pontos. Já o Atlético-GO, está beirando a zona de rebaixamento, em 15ª lugar, com apenas 10 pontos.  

Duelo dos desesperados

O Boa Esporte visitou o Vila Nova no Estádio Serra Dourada, e afundou o lanterna da Série B. Os gols de João Paulo(contra) e Eric, deram a vitória para o time mineiro, que não só contribuiu para o triunfo na partida, como também ajudou a equipe do comandante Nedo Xavier a sair da zona de rebaixamento, subindo para 14ª colocação, com 11 pontos. O Vila teve a chance de buscar a reação na partida, após Wellington do Boa (MG), cometer pênalti em Jheimy e ainda ser expulso, mas o atacante Thiago Silvy bateu mal e o goleiro João Carlos fez a defesa.

Com a derrota em casa, o Tigre amarga a última colocação do campeonato, com apenas 2 pontos. Nos próximos jogos, O Boa atua fora de casa novamente e visita o Náutico na Arena Pernambuco. O Vila Nova recebe o Santa Cruz, mais uma vez no Estádio Serra Dourada

Gol salvador em Minas

No Independência, o América-MG recebeu o Paraná pela manutenção da equipe no G4. Em momentos distintos na tabela, o Paraná fez um jogo de igual para igual com o clube mineiro, com Chiquinho e Lucio Flávio fazendo as melhores jogadas para o time do técnico Claudinei Oliveira, enquanto o Coelho apostava nos contra ataques com seus laterais, Pablo e Gilson. Porém, a vitória veio em uma cobrança de escanteio curta, nos pés de Diney, que fez um cruzamento perfeito para a bela antecipação do zagueiro Victor Hugo, marcando o gol da vitória para o Coelho, que subiu para a vice-liderança da competição. O time do técnico Moacir Júnior recebe o Oeste em seu próximo compromisso, enquanto o Paraná visita a Portuguesa no Canindé.

Palco da Copa com jogo fraco

O Náutico recebeu o Sampaio Corrêa em um dos estádios que fizeram parte da Copa do Mundo, a Arena Pernambuco, mas o nível do jogo passou longe do que o Mundial vinha apresentando. O solidário gol de Tadeu no primeiro tempo, deu números finais à partida e o time do Recife alcançou 9ª colocação, chegando aos 15 pontos. O Sampaio estava em uma posição confortável e mesmo com a derrota, continua entre os 10 primeiros colocados, ocupando a 7ª posição, somando 16 pontos. Além do Náutico que enfrenta o Boa Esporte, o Sampaio Corrêa vai até São Paulo encarar o Bragantino, pela 12ª rodada da Série B.