icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
29/08/2015
17:46

De volta a titularidade na lateral-direita da Raposa, Ceará quer o Cruzeiro com força total para cima do Santos, neste domingo, no Mineirão. O atleta celeste julga a partida como importantíssima para as pretensões do time da Toca da Raposa na competição e quer o máximo empenho dos companheiros na partida, que deverá ser encarada como uma decisão.

- Nós temos que encarar jogo a jogo. O que passou obviamente que a gente reflita para tirar de lição. Mas nossa realidade é o Santos, próximo jogo. Encarar como jogo decisivo, dentro das nossas pretensões, se reabilitar na competição. Vamos com força total. Sei que não é fácil para a torcida pelo momento que estamos vivendo, nem nós atletas. Momento adverso parece que as coisas conspiram contra. Mas estamos encarando com profissionalismo. Contamos com o apoio do torcedor. Junto com ele que podemos mudar isso contra o Santos - declarou o lateral.

Sereno e muito correto com as palavras, o experiente lateral-direito fez questão de enaltecer a experiência do treinador Vanderlei Luxemburgo. Para Ceará, o comandante celeste sabe como lidar com estas situações e vai motivar o plantel a superar o momento conturbado e dar a volta por cima na competição nacional.

- Na verdade a pressão existe na nossa profissão tanto atletas quanto treinador e comissão técnico quando os resultados almejados não chegam, é coisa natural. O Vanderlei é muito experiente e vencedor para lidar com essas situações. Nos atletas também temos de assimilar isso. E temos de reverter com vitórias. Vamos nos motivar o máximo possível para vencer o jogo - disse o jogador.

- Temos uma profissão que é futebol, na teoria não se vence jogo antes da partida. Nome de jogador não vence jogo. Histórico não vence jogo. O que vence jogo é lá em campo, os 90 minutos. Se a gente citar nomes temos jogadores vencedores e jogadores promissores. Mas temos de praticar futebol para vencer as partidas - completou Ceará.

De volta a titularidade na lateral-direita da Raposa, Ceará quer o Cruzeiro com força total para cima do Santos, neste domingo, no Mineirão. O atleta celeste julga a partida como importantíssima para as pretensões do time da Toca da Raposa na competição e quer o máximo empenho dos companheiros na partida, que deverá ser encarada como uma decisão.

- Nós temos que encarar jogo a jogo. O que passou obviamente que a gente reflita para tirar de lição. Mas nossa realidade é o Santos, próximo jogo. Encarar como jogo decisivo, dentro das nossas pretensões, se reabilitar na competição. Vamos com força total. Sei que não é fácil para a torcida pelo momento que estamos vivendo, nem nós atletas. Momento adverso parece que as coisas conspiram contra. Mas estamos encarando com profissionalismo. Contamos com o apoio do torcedor. Junto com ele que podemos mudar isso contra o Santos - declarou o lateral.

Sereno e muito correto com as palavras, o experiente lateral-direito fez questão de enaltecer a experiência do treinador Vanderlei Luxemburgo. Para Ceará, o comandante celeste sabe como lidar com estas situações e vai motivar o plantel a superar o momento conturbado e dar a volta por cima na competição nacional.

- Na verdade a pressão existe na nossa profissão tanto atletas quanto treinador e comissão técnico quando os resultados almejados não chegam, é coisa natural. O Vanderlei é muito experiente e vencedor para lidar com essas situações. Nos atletas também temos de assimilar isso. E temos de reverter com vitórias. Vamos nos motivar o máximo possível para vencer o jogo - disse o jogador.

- Temos uma profissão que é futebol, na teoria não se vence jogo antes da partida. Nome de jogador não vence jogo. Histórico não vence jogo. O que vence jogo é lá em campo, os 90 minutos. Se a gente citar nomes temos jogadores vencedores e jogadores promissores. Mas temos de praticar futebol para vencer as partidas - completou Ceará.