icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/11/2014
07:03

O Botafogo pode receber uma ótima notícia. Há a possibilidade de que o Órgão Especial do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ) julgue nesta quinta-feira a inclusão do clube no Ato Trabalhista – acordo que evita penhoras de fontes de renda provocadas por ações trabalhistas de ex-funcionários. Atualmente, o Glorioso sofre com 100% das receitas bloqueadas por causa de penhoras e, consequentemente, salários atrasados no futebol.

O julgamento que permitiria a volta do clube ao Ato Trabalhista não está na pauta de votação do dia, mas é possível que o TRT-RJ julgue o caso.

– Não está na pauta do dia, mas o relator pode levar o processo para a sessão do Órgão Especial e julgar – explicou Alberto Macedo, vice-presidente jurídico do Alvinegro.

Ainda segundo Alberto Macedo, no novo acordo, o dinheiro para pagar as dívidas nem sequer passaria pelo clube. As quantias seriam depositadas judicialmente. Este dinheiro seria oriundo de contratos de direitos de transmissão de TV.

O que pode pesar a favor do Botafogo é o posicionamento do Ministério Público do Trabalho (MPT), que, recentemente, emitiu parecer favorável ao Glorioso. O órgão entende que o clube tem uma proposta capaz de pagar aos credores.

Mesmo que volte ao Ato Trabalhista, o Botafogo, porém, só deve ser beneficiado pela medida no próximo ano.