icons.title signature.placeholder Marcio Porto
22/04/2014
22:07

A chegada da delegação do São Paulo a Maceió, capital de Alagoas, na noite desta terça-feira, foi diferenciada, uma espécie de "padrão Fifa". Do aeroporto da cidade ao hotel onde ficarão concentrados até o jogo desta quarta, contra o CRB-AL, pela Copa do Brasil, Rogério Ceni e Cia. receberam um grande esquema de escolta. A ação mobilizou o Exército, a Polícia Federal e o Corpo de Bombeiros local e serviu de teste para a Copa do Mundo.

As autoridades da capital alagoana resolveram fazer o teste porque vão receber a seleção de Gana durante o Mundial. Os africanos, inclusive, ficarão hospedados no mesmo hotel que o Tricolor utiliza agora, localizado na orla de uma das praias mais belas de Maceió.

Com o forte esquema montado, os são-paulinos percorreram o caminho com muita tranquilidade. A chegada ao hotel foi da mesma forma. Alguns torcedores esperavam o time para tirar fotos e não dificultaram a ação dos seguranças. Pato foi o mais assediado. A julgar pela calmaria, a simulação foi um sucesso.

O Tricolor chegou "atrasado" à cidade do duelo desta quarta. Isso porque a data do jogo foi definida apenas na semana passada e o clube teve pouco tempo para se organizar. A ideia era fazer um treino de reconhecimento do gramado antes da partida, mas isso não foi permitido por conta do horário do voo de chegada. A equipe desembarcou na capital por volta das 20h30.

O São Paulo entra em campo às 22h e a única ausência é o centroavante Luis Fabiano, poupado. O time deve ter: Rogério Ceni, Douglas, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Souza, Maicon, Ganso e Boschilia; Pato e Ademilson.