icons.title signature.placeholder Luis Fernando Coutinho
14/11/2013
08:46

Ele é o maior campeão do UFC na atualidade desde a queda de Anderson Silva. Com um recorde consecuivo de oito defesas de título e 11 vitórias, Georges Saint Pierre pode não apresentar performances espetaculares dentro do octógono, mas é eficiente o bastante para ser o maior vendedor de pay per view da franquia. Diante da próxima defesa de cinturão, que acontecerá neste sábado, no UFC 167, em Las Vegas, onde enfrenta o desafiante Johny Hendricks, o canadense falou sobre o sucesso que faz no mundo, a posição de ídolo dentro do MMA e revelou que gostaria de lutar no Brasil em 2014.

Desde que o UFC voltou ao Brasil, em agosto de 2011, muitos fãs se perguntam quando um show brasileiro da franquia terá na luta principal um astro de fora. Em entrevista ao LANCE!Net, ao ser perguntado se gostaria de lutar no Brasil em 2014, Saint Pierre se apresentou como pretendende para a “estreia” de um campeão estrangeiro no país.

- Adoraria lutar no Brasil em 2014. Sem dúvidas. É um país maravilhoso, onde já estive por três vezes e passei por ótimos momentos. Amo o Brasil, a cultura e adoraria lutar lá - revelou o campeão meio-médio, em conversa por telefone.

O UFC 167 marcará o retorno de Saint Pierre aos Estados Unidos após três anos e meio (quatro lutas) defendendo o cinturão no Canadá. Nesta entrevista, o canadense ainda fala sobre sua posição de ídolo no esporte, revela o lado bom e o ruim de ser tão popular e analisa a posição de número um em vendas de pay per view.

Em sua última luta, GSP derrotou Nick Diaz na decisão unânime (FOTO: UFC)

Confira um pouco da entrevista com Georges St Pierre
Por que você acha que é o número um em vendas de pay per view no UFC?
Acho que sou um bom modelo de campeão. Acredito que as pessoas gostam de me assistir porque sempre mostro dentro do octógono o que realmente sou.

Isso significa algo para você?
Sim. Significa muito. É uma grande honra para mim ser esse cara. Acredito que isso não acontece somente pela minha luta, mas acredito que isso acontece mais pela forma como o UFC promove a minha imagem, com programas e vídeos o tempo todo. Eles depositam muita energia em cima de mim nas promoções. Isso é bom. Tento entrar como um bom exemplo. Gosto de parecer natural, atlético. Não sou perfeito, e não pretendo ser, mas quero mostrar o melhor que posso ser.

Como você se sente exercendo a posição de ídolo no esporte?
Quero dar um bom exemplo e ter o respeito das pessoas que me conheceram antes de eu me tornar conhecido. Acho que é muito importante saber se portar estando em uma posição como essa.

Qual é a parte mais difícil de ser Georges St Pierre?
A parte mais difícil da minha vida é tentar me manter focado em um objetivo. Tenho muitas distrações à minha volta, mas sou um cara experiente e já sei lidar com isso. Tento não me intimidar. Tenho muita pressão nos meus ombros, mas amo meutrabalho. Isso me ajuda.

St Pierre enfrenta Johny Hendricks em disputa de título neste sábado (FOTO: Divulgação/UFC)

E qual seria a parte mais fácil da sua vida?
A melhor parte é toda a recompensa pelo trabalho duro, quando conquisto uma vitória dentro do octógono e ganho o carinho dos fãs... Mas, sabe, a verdade é que para se ter alguma recompensa, você tem de trabalhar duro e focar no que você quer.

Você aceita a posição de maior campeão da atualidade?
Não diria que sou o maior astro do UFC. Acredito que existem caras que trabalharam duro para isso antes mesmo de eu chegar no evento. Eu me sinto honrado de ser um campeão e exercer minha posição dentro do show. Quero ser tão bom quanto as pessoas esperam.

A disputa de cinturão entre Georges Saint Pierre e Johny Hendricks acontece neste sábado, pelo UFC 167, que terá transmissão ao vivo pelo canal Combate a partir das 21h30.

Confira todas as lutas do show
CARD PRINCIPAL
Georges St-Pierre x Johny Hendricks
Rashad Evans x Chael Sonnen
Rory MacDonald x Robbie Lawler
Josh Koscheck x Tyron Woodley
Tim Elliott x Ali Bagautinov
CARD PRELIMINAR
Donald Cerrone x Evan Dunham
Ed Herman x Thales Leites
Brian Ebersole x Rick Story
Erik Perez x Edwin Figueroa
Jason High x Anthony Lapsley
Will Campuzano x Sergio Pettis
Cody Donovan x Gian Villante