icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
21/06/2014
15:25

Ainda no início do amistoso entre São Paulo e Orlando City, na última sexta-feira, Luis Fabiano sentiu problema muscular e pediu atendimento médico no gramado do Complexo ESPN. Após ver Ademilson entrar em sua vaga, o centroavante ficou sob os cuidados do médico José Sanchez, soube da suspeita de estiramento no músculo posterior na coxa direita e foi levado a clínica na manhã deste sábado.

- Acho difícil que ele treine de novo aqui nos Estados Unidos. Pelo que a gente conhece de parte muscular, dá para recuperar para a volta do Brasileiro contra o Bahia (16/7). Fazia parte do risco. A gente não vai parar de treinar por isso. Ainda bem que foi no começo e a gente pode recuperá-lo. O problema é que vai perder um tempo para aprimorar - lamentou Muricy Ramalho.

A suspeita de Muricy foi confirmada horas depois, quando Luis retornou da clínica de um dos médicos do Orlando City acompanhado do fisioterapeuta Ricardo Sassaki, ao resort em que o Tricolor está hospedado. Depois de analisar as imagens do exame, José Sanchez confirmou o estiramento e avisou que o prazo de recuperação só será divulgado na capital paulista após realização de ultrassom. O médico ainda disse que a lesão terá cuidados especiais, já que ocorreu no mesmo local em que o atacante teve grave problema em 2011.

Quem também se mostrou chateado com a lesão sofrida por Fabuloso foi Alan Kardec. O atacante estreou com a camisa do São Paulo no empate por 0 a 0 com o Orlando City aberto pela direita, mas teve de fazer a função de centroavante com a saída do camisa 9. Provável homem de referência do ataque do time titular nos próximos treinos, o ex-palmeirense está na torcida pela recuperação de Luis.

- É ruim. Perdemos um jogador de muita qualidade, artilheiro da equipe. Sei que temos características parecidas, mas fica a cargo do Muricy. O grupo perde muito sem ele. Quero sempre jogar com ele - declarou o camisa 14.