icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
15/02/2015
17:17

As expectativas que os torcedores do Sport tinham sobre 2015 não tem sido concretizadas. Apesar de ter vencido os dois clássicos disputados no Pernambucano, as atuações do time rubro-negro não convenceram, sem contar no jejum de vitórias no Nordestão.

O lateral Ewerton Páscoa reconhece que o rendimento do Sport está abaixo da média, mas afirma que o estilo de jogo da equipe pernambucana já é conhecido pelos outros times e, por isso, o Sport deve improvisar mais durante os jogos.

- Todas as equipes hoje já conhecem o Sport, sabem exatamente como jogamos. Eles estão muito bem treinados. Às vezes a gente faz uma jogada no campo e você vê que a outra equipe já esperava, ou seja, eles já tinham essa leitura antes. Então, acho que a gente tem que ter mais improvisações durante a partida.

Segundo o jogador, os resultados obtidos até então não são compatíveis com o tamanho do Sport e pede aos companheiros mais atitude dentro de campo.

- Sabemos da nossa obrigação de vencer. Falo pela estrutura, pelo orçamento, pelo time e elenco que nós temos, não querendo desrespeitar as outras equipes, nós não podemos ficar satisfeitos com o empate dentro de casa ou uma derrota. Está faltando mais dinâmica no nosso time. O Eduardo (Baptista) passa a outra equipe, ele monta o nosso time, a gente treina forte todos os dias. A diretoria está em dia. Acho que nós jogadores precisamos de mais atitude, chamar a responsabilidade.

O Sport entra em campo na quinta-feira, contra o Socorrense, às 19h15 da noite, na Ilha do Retiro, em duelo válido pela terceira rodada do Nordestão.