icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/02/2015
14:16

Quando a escalação do São Paulo foi anunciada para o clássico com o Santos, muitos se surpreenderam com a entrada de Ewandro ao lado de Luis Fabiano. A opção foi um voto de confiança de Muricy Ramalho para o garoto de 18 anos, que agradeceu o respaldo dado pelo treinador, mas também ouviu cobranças.

- Tinha de colocar o garoto para testar ele. É dificil para um garoto jogar um clássico, mas ele precisa querer um pouco mais. No futebol tem de ter fome. Ele foi muito bem na parte física nos testes do começo do ano, mas ele precisa querer um pouco mais - opinou o comandante são-paulino.

Ewandro sabe que precisa trabalhar bastante para convencer Muricy de que merece novas oportunidades como titular em um ataque tão concorrido como o do São Paulo. Na temporada passada, o garoto teve apenas duas chances, contra São Bernardo no Campeonato Paulista e contra Chapecoense no Campeonato Brasileiro.

- Vou seguir trabalhando para ter novas chances. O ano é longo e tem muitos jogos. Sou jovem e estou aprendendo muito aqui no São Paulo, que tem jogadores experientes e com muita história. A concorrência é grande, mas vou buscar meu espaço trabalhando forte. Sei que preciso evoluir e no dia a dia - reconheceu o camisa 29 do Tricolor.

Diante de Luis Fabiano, Alan Kardec, Alexandre Pato e, mais recentemente, do argentino Ricardo Centurión, Ewandro não terá vida fácil. Mas a cria do CFA Laudo Natel, em Cotia, sabe bem o que precisa fazer.

- Temos de estar sempre preparados, pois a oportunidade pode aparecer a qualquer momento. Fiquei feliz de ser titular, ainda mais em um clássico. Isso mostra que o professor confia em mim e espero retribuir em campo - ressaltou.