icons.title signature.placeholder Guilherme Borini
19/06/2014
13:29

O volante Miguel Veloso, da seleção de Portugal, está ciente da importância do jogo desta segunda-feira, diante dos Estados Unidos, às 19h, na Arena Amazônia, em Manaus. Após a goleada sofrida na estreia para a Alemanha, por 4 a 0, e a vitória dos americanos sobre Gana, uma derrota no próximo jogo elimina os portugueses ainda na primeira fase.

Para evitar a eliminação precoce, o volante de Portugal pede para a equipe esquecer o que houve no primeiro jogo para ter foco total no duelo com os americanos.

- Temos consciência do que aconteceu, ficamos tristes, mas não há como voltar atrás. Temos que pensar à frente. Temos duas finais na sequência e só dependemos de nós. Vamos pensar na primeira final contra os Estados Unidos, que não vai ser fácil. Estamos nos preparando da melhor forma possível para vencermos – declarou o volante titular da seleção portuguesa, de 28 anos.

Miguel Veloso mostrou-se atento aos pontos fortes da seleção dos Estados Unidos.

- Quanto à equipe dos Estados Unidos, são jogadores fortes atleticamente e rápidos na frente, que saem no contra-ataque. Mas nossa única opção é ganhar e é o que queremos – concluiu.

Para a partida desta segunda-feira, o técnico português Paulo Bento tem quatro desfalques: o goleiro Rui Patrício, o lateral-esquerdo Fábio Coentrão e o atacante Hugo Almeida lesionados, além do zagueiro Pepe, que foi expulso diante da Alemanha e cumpre suspensão. No treinamento desta quinta-feira, o treinador indicou a nova formação defensiva com Beto, Ricardo Costa e André Almeida. No ataque, a dúvida é entre Éder e Helder Postiga.

A seleção de Portugal é a última colocada do Grupo G da Copa do Mundo. Após o duelo diante dos EUA, a equipe encerra a participação na primeira fase contra Gana, no dia 26, às 13h, em Brasília.