icons.title signature.placeholder Bruno Andrade e Eduardo Mendes
23/11/2013
08:10

Valorizado com o título do Brasileirão, Everton Ribeiro pode deixar o Cruzeiro no fim do ano. Além das recentes sondagens de Liverpool (ING) e Fiorentina (ITA), um representante do Manchester United (ING) esteve no Brasil nos últimos dias e observou de perto o meia, de 24 anos.

Antes de oferecer uma proposta oficial ao Cruzeiro, o clube inglês tenta viabilizar garantias para que o jogador consiga a licença de trabalho para atuar na Inglaterra. O que pode facilitar a obtenção do visto é que em 2009, ainda como lateral-esquerdo, Everton participou do elenco da Seleção sub-20 que conquistou o Campeonato Sul-Americano da categoria.

Apesar de desejar a permanência do camisa 17 em 2014 para a disputa Libertadores, a Raposa aceita negociá-lo, desde que a oferta mínima seja de 8 milhões de euros (aproximadamente R$ 25 milhões).

Em julho, o clube mineiro chegou a receber uma proposta acima do valor pedido hoje. Na ocasião, o Al Jaish (QAT) colocou na mesa 10 milhões (na época, R$ 29 milhões) por Everton Ribeiro. A oferta foi rejeitada porque o atleta demonstrou interesse em ficar no Brasil e conquistar o título nacional.

Agora, com o assédio de grandes times por Everton, o estafe do jogador promete que vai fechar as portas para o “mercado intermediário“. Propostas de clubes do leste europeu e do Qatar serão rejeitadas.

- O Everton (Ribeiro) não tem interesse de ser negociado com um clube do leste europeu ou do Qatar. Vamos evitar o mercado intermediário. Temos um plano de carreira para ele. Caso o Cruzeiro aceite negociá-lo, o melhor para ele é atuar em um grande time da Europa - declarou Robson Ferreira, empresário de Everton Ribeiro, em entrevista ao LANCE!Net.

O Cruzeiro é dono de 60% dos direitos econômicos de Everton Ribeiro. A outra parte (40%) é dividida entre o empresário Robson Ferreira e o Corinthians, clube que revelou o jogador. A divisão, no entanto, não foi informada pelas duas partes.