icons.title signature.placeholder Luis Fernando Coutinho
23/02/2015
13:34

Se o UFC de Porto Alegre foi um sucesso do lado de fora do octógono, com ingressos esgotados um mês antes do show e Ginásio do Gigantinho lotado, o evento reservou um feito negativo histórico para o MMA brasileiro. O show representou o maior número de derrotas tupiniquins na história da organização em eventos realizados no país. Neste domingo, das 11 lutas, dez contaram com atletas brasileiros enfrentando estrangeiros. O resultado foi de sete reveses contra apenas três triunfos. Uma goleada negativa.

Para ilustrar esse retrospecto, o LANCE!Net levantou os dados de todos os eventos desde o retorno do UFC ao Brasil, em agosto de 2011 - o UFC Brasil, de outubro de 1998, contou com duas vitórias e nenhuma derrota em duelos de brasileiros contra estrangeiros.

Ao todo, foram 19 edições do UFC em solo brasileiro. Em 14 delas, o saldo foi positivo; em três, negativo, e em dois shows o número de vitórias de atletas do país contra estrangeiros foi igual ao de derrotas.

Algumas curiosidades merecem destaque:
> Se o UFC de Porto Alegre foi o recorde negativo em número de derrotas, o evento que aconteceu em Jaraguá do Sul, em maio de 2013, contou com o maior número de vitórias tupiniquins contra gringos: nove. Na mesma noite, o Brasil sofreu apenas um revés.

Belfort liderou esquadrão brasileiro vitorioso em Jaraguá do Sul (FOTO: Getty Images)

> O UFC 147, que aconteceu em junho de 2012, foi o evento com o maior número de duelos Brasil x Brasil. Ao todo, foram nove disputas "da casa".

> Apenas um dos 19 eventos do UFC no Brasil não contou com nenhuma derrota. O UFC de Fortaleza, em junho de 2013, só contou com vitórias brasileiras e nos duelos Brasil x Resto do mundo e foi o único com 100% de aproveitamento.

> Rio de Janeiro e São Paulo (se contarmos o evento de outubro de 1998) lideram a lista de cidades que mais vezes sediaram uma edição do UFC no país com cinco eventos cada um. Minas Gerais vem logo atrás com três shows. 

> Apenas um dos 19 eventos do UFC no Brasil não contou com nenhuma luta entre brasileiros. O UFC 179, que aconteceu em outubro passado, teve apenas confrontos entre atletas brasileiros e rivais de fora do país.

> O UFC Goiânia e o UFC 179 foram outros eventos com saldo negativo para brasileiros no octógono. Porém, com uma diferença apertada no placar. O show de Porto Alegre pode ser tratado como uma goleada gringa.

Gringos fizeram a festa em Porto Alegre (FOTO: Lucas Uebel/Inovafoto)

Confira o retrospecto que soma o número de vitórias e o número de derrotas de lutadores brasileiros em combates contra atletas estrangeiros. Lutas entre atletas tupiniquins ou entre outras nacionalidades, não entraram na contagem:
UFC 134 - Rio de Janeiro, agosto de 2011 - 7 Vitórias - 1 Derrota - 3 Lutas entre um mesmo país
UFC 142 - Rio de Janeiro, janeiro de 2012 - 6V - 1D - 2-
UFC 147 - Belo Horizonte, junho de 2012 - 1V - 1D - 9- 
UFC 153 - Rio de Janeiro, outubro de 2012 - 6V - 3D - 3-
UFC São Paulo, janeiro de 2013 - 4V - 3D - 4-
UFC Jaraguá do Sul, maio de 2013 - 9V - 1D - 3-
UFC Fortaleza, junho de 2013 - 7V - 0D - 5- 
UFC 163 -Rio de Janeiro, agosto de 2013 - 6V - 3D - 2-
UFC Belo Horizonte, setembro de 2013 - 5V - 4D - 2-
UFC Barueri, outubro de 2013 - 6V - 3D - 1-
UFC Goiania, novembro de 2013 - 4V - 5D - 2-
UFC Jaragua do Sul, fevereiro de 2014 - 7V - 3D - 2-
UFC Natal, março de 2014 - 5V - 4D - 2-
UFC São Paulo, maio de 2014 - 4V - 4D - 4-
UFC Brasilia, setembro de 2014 - 5V - 4D - 2-
UFC 179 - Rio de Janeiro, outubro de 2014 - 5V - 6D - 0-
UFC Uberlandia, novembro de 2014 - 6V - 2D - 2-
UFC Barueri, dezembro  de 2014 - 8V - 3D - 1-
UFC Porto Alegre, fevereiro de 2015 - 3V - 7D - 1-