icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/12/2013
22:45

O presidente de Conselho de Beneméritos do Vasco, Eurico Miranda, não tardou a se pronunciar após o rebaixamento do time no Campeonato Brasileiro de 2013 e do pequeno discurso do presidente do clube Roberto Dinamite sobre a queda. Eurico, que tem afirmado que vai voltar a ser o mandatário após as eleições do meio do ano que vem, disse que sua vontade é prestar queixa contra Dinamite.

- A gente sabia que era uma tragédia anunciada. Depois da entrevista do Roberto, eu me sinto na obrigação de dizer que, em relação a ele, a vontade que dá é de ir para uma delegacia e de prestar uma queixa contra ele pelo crime que está cometendo contra o Vasco. Ele teve a ousadia de dizer que já está planejando 2014 - afirmou a Rádio Tupi.

O ex-presidente criticou ainda a postura do atual mandatário em relação à segurança da partida deste domingo, contra o Atlético-PR, na Arena Joinville, que teve uma briga generalizada entre torcedores na arquibancada:

- Não teve (Roberto Dinamite) coragem de manter a decisão que podia ter. Primeiro, não podia entrar para jogar, pois não havia segurança no campo, ambulâncias. Ele foi avisado como iria ser, houve segurança particular do Atlético-PR. Mesmo assim foi jogar - completou.

Recentemente, em entrevista ao LANCE!Net, Eurico criticou a falta de comando no Gigante da Colina.