icons.title signature.placeholder Felippe Rocha
18/07/2014
16:36

O candidato à presidência do Vasco Eurico Miranda teve mais uma derrota nos bastidores. Ele teve mais um recurso negado - no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro - e segue condenado, por danos morais, a pagar R$ 1.363.468, 47 de indenização ao clube. Essa foi a terceira tentativa sem sucesso do ex-dirigente do Cruz-Maltino de reverter a sentença.

O caso é do tempo em que Eurico era presidente do clube. À época do julgamento de recurso do ex-atacante Edmundo (que dirigia o carro em que morreram três pessoas na Lagoa Rodrigo de Freitas), ele ofendeu três desembargadores, que processaram o clube. O clube, então, exigiu ser ressarcido e processou o hoje candidato a voltar ao cargo.

Ainda cabem dois recursos nos tribunais e o ex-mandatário está envolvido também na polêmica do "Mensalão Vascaíno". Durante alguns meses do início do ano passado, houve uma adesão desproporcional de sócios no clube. Estes seriam, em sua maioria, bancados por Eurico e Roberto Monteiro, também candidato a presidente do clube.

O LANCE!Net, inclusive, apresentou mais detalhes sobre estes sócios nesta sexta-feira. Alem de Eurico e Roberto Monteiro, Tadeu Correia e Nelson Rocha (ambos ex-dirigentes em gestões recentes) já confirmaram candidatura. Existem ainda mais cinco chapas inscritas.