icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2013
09:03

A polêmica em relação à mudança de locais destinados às torcidas de Fluminense e Vasco no Maracanã parece não ter fim. O ex-presidente cruz-maltino Eurico Miranda, que já havia dito que achava a alteração no posicionamento dos torcedores uma 'p... babaquice', foi além e pediu para que a massa que torce para o Gigante da Colina comprasse os ingressos das cadeiras que ficam ao lado direito das cabines de imprensa e que entrem para assistir o jogo pela rampa da Uerj e sem a camisa do time de São Januário.

A "briga" começou quando o Fluminense assinou um contrato com o consórcio que administra o Maracanã e adquiriu o direito de entrar no estádio pela rampa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). No entanto, o local, durante os clássicos entre o Cruz-Maltino e o Tricolor, sempre fora destinado ao Vasco.


Convoco os torcedores do Vasco a comparecerem ao jogo de domingo, diante do Fluminense. O elenco vive dias de insegurança e precisa do apoio de sua torcida. Sugiro aos vascaínos o seguinte:

1) Não comprar ingressos do lado esquerdo das tribunas do Maracanã, o lado do Flamengo. O lado do Vasco sempre será o lado oposto ao do Flamengo;

2) Caso se confirme a definição de que o lado direito ficará com o Fluminense, os torcedores do Vasco que quiserem ir ao jogo, para preservação da segurança de todos, deverão comprar ingressos do lado direito e ir sem camisa do Vasco.

3) Convoco também os torcedores em geral e as torcidas organizadas que não queiram entrar no estádio para que se concentrem à frente do Maracanã no espaço em que tradicionalmente a torcida do Vasco entra há 63 anos. Cantem as músicas do Vasco, refrões…

PS: Quanto ao Sr. Peter Siemsen, digo a ele que eu ajudei a tirar direto o Fluminense da terceira para a primeira divisão e exijo que ele respeite a instituição Vasco da Gama e os seus torcedores.

Eurico Miranda – Presidente do Conselho de Beneméritos do Club de Regatas Vasco da Gama

A polêmica em relação à mudança de locais destinados às torcidas de Fluminense e Vasco no Maracanã parece não ter fim. O ex-presidente cruz-maltino Eurico Miranda, que já havia dito que achava a alteração no posicionamento dos torcedores uma 'p... babaquice', foi além e pediu para que a massa que torce para o Gigante da Colina comprasse os ingressos das cadeiras que ficam ao lado direito das cabines de imprensa e que entrem para assistir o jogo pela rampa da Uerj e sem a camisa do time de São Januário.

A "briga" começou quando o Fluminense assinou um contrato com o consórcio que administra o Maracanã e adquiriu o direito de entrar no estádio pela rampa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). No entanto, o local, durante os clássicos entre o Cruz-Maltino e o Tricolor, sempre fora destinado ao Vasco.


Convoco os torcedores do Vasco a comparecerem ao jogo de domingo, diante do Fluminense. O elenco vive dias de insegurança e precisa do apoio de sua torcida. Sugiro aos vascaínos o seguinte:

1) Não comprar ingressos do lado esquerdo das tribunas do Maracanã, o lado do Flamengo. O lado do Vasco sempre será o lado oposto ao do Flamengo;

2) Caso se confirme a definição de que o lado direito ficará com o Fluminense, os torcedores do Vasco que quiserem ir ao jogo, para preservação da segurança de todos, deverão comprar ingressos do lado direito e ir sem camisa do Vasco.

3) Convoco também os torcedores em geral e as torcidas organizadas que não queiram entrar no estádio para que se concentrem à frente do Maracanã no espaço em que tradicionalmente a torcida do Vasco entra há 63 anos. Cantem as músicas do Vasco, refrões…

PS: Quanto ao Sr. Peter Siemsen, digo a ele que eu ajudei a tirar direto o Fluminense da terceira para a primeira divisão e exijo que ele respeite a instituição Vasco da Gama e os seus torcedores.

Eurico Miranda – Presidente do Conselho de Beneméritos do Club de Regatas Vasco da Gama