icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira
28/11/2014
07:45

Em reuniões internas, o futuro presidente do Vasco, Eurico Miranda, já confidenciou a alguns membros da chapa que planeja uma grande reformulação nas categorias de base. A mudança já começa no comando: Álvaro Miranda, filho de Eurico, será o coordenador, e apresentação da nova diretoria está marcada para quarta-feira, em São Januário, "nova casa" da base.

Ainda não há muitas definições sobre outros cargos. Nilson Gonçalves, que trabalhou na base na primeira passagem de Eurico, está de volta e vai atuar ao lado de Álvaro. O atual coordenador, Mauro Galvão, deve se desligar do clube. Todas as categorias vão passar por mudanças. Nos juniores, a permanência de Sorato também não está definida.

Certo é que o CT de Itaguaí não será mais utilizado. O aluguel iria até o fim do ano, mas a diretoria não quer mais usar as instalações do local, pois já deseja trazer de volta o quanto antes a base para São Januário. Não se sabe ainda se o estádio será usado para treinamentos de preparação para a Copa São Paulo de Futebol Júnior. O CFZ é uma opção que está sendo estudada.

Nessa reaproximação de São Januário, o Colégio Vasco da Gama, criado por Eurico e que fica dentro do complexo esportivo, voltará a ser utilizado pelos meninos da base. Os alojamentos passarão brevemente por uma reforma e também será usado.

Os advogados e consultores da chapa de Eurico Miranda estão fazendo um levantamento dos processos e dívidas do Vasco e o CT de Itaguaí esté entre essas dívidas, construídas na gestão de Roberto Dinamite.