icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/07/2013
20:58

Nesta quarta-feira foi realizada a maior etapa da 21ª edição do Rally dos Sertões. A prova, que começou e terminou em Palmas (TO), teve um percurso de 745km e passou pelo deserto do Jalapão ainda teve a travessia do Rio da Prata. O principal destaque do dia foi o português Paulo Gonçalves assumindo a ponta nas motos.

Apesar do vencedor do dia nas motos ter sido o espanhol Marc Coma, a liderança geral acabou ficando com Gonçalves, segundo do dia, que desbancou o francês Cyril Depres, vice-líder geral. O brasileiro Dário Júlio acelerou no fim e encerrou a prova em terceiro, sendo agora o quarto colocado no geral.

Outro destaque nas motos, mas este negativo, foi o acidente envolvendo o piloto Dimas Matos. Ele fraturou o braço esquerdo e foi parar no hospital geral de Palmas.

Nos quadriciclos, o brasileiro Robert Nahas assumiu a ponta da categoria. O favorito Rafael Sonik foi punido pela organização por ter trocado o pneu no regime de maratona. Nahas venceu nesta quarta a sétima etapa do Rally com quase dez minutos de vantagem.

Nos carros Guilherme Spinelli e Youssef Haddad venceram a etapa do dia com o Mitsubishi ASX. Eles agora são os vice-líderes geral, com 1h28m atrás da dupla Stéphane Peterhansel/Cottret, que dirige um Mini 4All Racing.

A dupla Carlo Collet e Marco Gouvea foi a mais rápida da categoria. Mas seguem mais de nove horas atrás de Bruno Sperancini e Roldam, os líderes.

Edu Piano e Mendes parecem já estarem com o título nas m~ãos na categoria de caminhões. Eles só precisam completar as três etapas restantes para vencer.

Nesta quarta-feira foi realizada a maior etapa da 21ª edição do Rally dos Sertões. A prova, que começou e terminou em Palmas (TO), teve um percurso de 745km e passou pelo deserto do Jalapão ainda teve a travessia do Rio da Prata. O principal destaque do dia foi o português Paulo Gonçalves assumindo a ponta nas motos.

Apesar do vencedor do dia nas motos ter sido o espanhol Marc Coma, a liderança geral acabou ficando com Gonçalves, segundo do dia, que desbancou o francês Cyril Depres, vice-líder geral. O brasileiro Dário Júlio acelerou no fim e encerrou a prova em terceiro, sendo agora o quarto colocado no geral.

Outro destaque nas motos, mas este negativo, foi o acidente envolvendo o piloto Dimas Matos. Ele fraturou o braço esquerdo e foi parar no hospital geral de Palmas.

Nos quadriciclos, o brasileiro Robert Nahas assumiu a ponta da categoria. O favorito Rafael Sonik foi punido pela organização por ter trocado o pneu no regime de maratona. Nahas venceu nesta quarta a sétima etapa do Rally com quase dez minutos de vantagem.

Nos carros Guilherme Spinelli e Youssef Haddad venceram a etapa do dia com o Mitsubishi ASX. Eles agora são os vice-líderes geral, com 1h28m atrás da dupla Stéphane Peterhansel/Cottret, que dirige um Mini 4All Racing.

A dupla Carlo Collet e Marco Gouvea foi a mais rápida da categoria. Mas seguem mais de nove horas atrás de Bruno Sperancini e Roldam, os líderes.

Edu Piano e Mendes parecem já estarem com o título nas m~ãos na categoria de caminhões. Eles só precisam completar as três etapas restantes para vencer.