icons.title signature.placeholder IGOR RAMOS
12/06/2014
21:36

A França viajará pelos extremos do Brasil e as variações de temperatura são um adversário a mais para os Bleus. É o que pensa o preparador físico da equipe, Eric Bedouet.

- Vamos enfrentar uma diferença significativa de temperatura. Porto Alegre não é problema pois a temperatura é mais temperado. Salvador será bem mais difícil - prevê Bedouet.

O pouco tempo que separa o jogo de estreia contra Honduras, domingo em Porto Alegre, e a segunda partida diante da Suíça, em Salvador (dia 20) é visto como uma dificuldade para adaptação dos Bleus. Serão apenas cinco dias, entre um jogo e outro, além das viagens de volta à base de treinamentos, no interior de São Paulo. 

- É uma variação em uma semana, mas vamos nos adaptar - explicou.

Além das capitais gaúcha e baiana, os franceses jogarão no Rio de Janeiro (dia 25, contra o Equador).

Segundo o preparador físico, a França, como a maioria das seleções, vai adquirir a forma física ideal somente no decorrer da Copa. E o cansaço da viagem de 15 horas e o fuso horário só estarão assimilados totalmente no decorrer dos próximos dias.

- Uma hora  por dia para adaptação. Até  domingo estarão todos adaptados. Estamos evitando que os jogadores tirem aquele cochilinho da tarde, justamente para facilitar essa adaptação. Bom que  o calor nao é tao grande aqui e o horário dos treinos (16h) ajuda - disse Bedouet.

A França realmente deu sorte pois vem convivendo com temperaturas baixas em Ribeirão Preto, onde os termômetros estão quase sempre acima dos 30 graus. Desde a chegada dos Bleus, os termômetros têm ficado entre 27 e 28 graus.

Sobre os estágio físico dos jogadores, o preparador considera  que o grupo ainda é heterogêneo, e a forma ideal virá no decorrer das partidas. Por isso mesmo, o jogo diante de Honduras é visto como o mais complicado. "É um time forte, difícil de jogar", disse.

ELOGIOS A BENZEMA

O preparador físico dos Bleus elogiou a forma de Benzema, e diz que o atacante está pronto e no seu melhor estágio.

- Impressionante a sua forma. Está muito, muito  bem. Progrediu muito fisiologicamente e é um jogador que está muito bem psicologicamente - completou.

TREINO FECHADO

A quinta-feira da França foi marcada pela folga aos jogadores no período da manhã e um treino realizado à tarde no estádio Santa Cruz, fechado para os jornalistas. Nesta sexta-feira o time faz o segundo treino aberto ao público. Será o último antes da estreia contra Honduras, e o técnico Didier Deschamps deverá confirmar o time titular, com Giroud no ataque, ao lado de Benzema.