icons.title signature.placeholder Fábio Aleixo
05/11/2013
13:36

Líder do ranking mundial, Rafael Nadal teve uma estreia mais tranquila do a que esperada nas Finais da ATP, em Londres (ING).

Na tarde desta terça-feira, na Arena O2, ele precisou de apenas 1h14 para bater o compatriota David Ferrer (3º) por 2 sets a 0, com parciais de 6-3 e 6-2. Ao longo do duelo, o número 1 do mundo conseguiu quebrar o serviço do adversário em seis oportunidades.

O triunfo, o 21º em 26 confrontos entre eles no circuito da ATP, serviu como revanche para Nadal. No sábado, ele havia sido derrotado por Ferrer na semifinal do Masters 1.000 de Paris (FRA).

A vitória por 2 a 0 deixa Nadal na liderança do Grupo A, que já havia tido o triunfo de Stanislas Wawrinka (8º) sobre Tomas Berdych (6º) por 2 sets a 1 na segunda-feira.

Se vencer a sua segunda partida na Arena O2, nesta quarta-feira, Nadal vai terminar um ano pela terceira vez na ponta do ranking mundial. Seu adversário, em horário ainda indefinido, será Stanislas Wawrinka.

Em Londres, Nadal tenta o único grande título que lhe falta na carreira. Ele já conquistou os quatro Grand Slams, a medalha de ouro em simples nos Jogos Olímpicos e a Copa Davis.

Nadal tomou um susto apenas no primeiro set. Depois de quebrar logo de cara o serviço de Ferrer, permitiu ao rival devolver o break. Isso, porém, não o abalou. Ele ainda obteve mais duas quebras para fechar o set em 6 a 3.

Na segunda parcial, Nadal quebrou o compatriota logo no segundo game, voltou a quebrá-lo no quarto e caminhava para aplicar um pneu. No fim, porém, Ferrer conseguiu vencer dois games e adiar um pouco uma derrota que já era certa.

O repórter viaja a convite da ATP