icons.title signature.placeholder LANCEPRESS
02/11/2013
21:28

A passagem de Adilson Batista pelo Vasco começou de forma positiva. Com dois gols de Edmilson e boa atuação de Marlone, o Gigante venceu o Coritiba por 2 a 1 no Moacyrzão, neste sábado, em Macaé, e respirou na luta contra o rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O time de São Januário chegou aos 36 pontos, alcançou a 17ª colocação na tabela e encostou no Fluminense, primeiro time fora do Z4. E o Coxa, que descontou com Luccas Claro, permanece com 40 pontos e segue em situação perigosa na tabela.

Na próxima rodada, o Cruz-Maltino recebe o Santos, domingo, no Maracanã. Já o Coritiba enfrentará a Portuguesa, sábado, no estádio do Canindé.

VASCO APROVEITA BOLA PARADA

A partida começou mal jogada por parte das duas equipes, que tinham muita dificuldade para criar as jogadas de perigo. O Vasco, porém, embalado pelos apitos de sua torcida, resolveu tomar a iniciativa do jogo e passou a ficar mais com a bola. Aos 17 minutos, Juninho sentiu um incômodo na região do púbis e pediu para ser substituído. Com isso, Marlone assumiu a função de principal homem de criação e contribuiu bastante. Foi dos pés do garoto que surgiram as melhores chances do Gigante no jogo.


Aos 26 minutos, o próprio Marlone cobrou para a área e encontrou Edmilson. O atacante, que ganhou a vaga de titular na equipe com a chegada de Adilson Batista, subiu livre para marcar de cabeça o gol do Cruz-Maltino. Após marcar o gol, o Vasco recuou de forma moderada e o Coritiba, que esbarrava nos inúmeros erros de passe, não soube aproveitar os espaços dados pelo Cruz-Maltino.

E MAIS:
> Médico do Vasco diz que, inicialmente, lesão de Juninho não preocupa
> Guiñazú vai ao Moacyrzão para dar força e entra em campo com time
> Decisivo contra o Coritiba, Edmilson rejeita título de herói no Vasco

Com Francismar em um péssimo dia, a equipe vascaína era praticamente nula pelo lado direito. Já pela esquerda, com o inspirado Marlone, chegou a criar boas jogadas, mas pecou sempre no último passe. Com problemas para entrar na área do Vasco, o time do técnico Péricles Chamusca passou a investir suas jogadas nas bolas paradas. E no último minuto do primeiro tempo, Júlio César cobrou falta com violência, de longe, mas o goleiro Alessandro, de forma estranha, conseguiu fazer a defesa depois de um desvio no meio do caminho.

GIGANTE RECUA, MAS EDMILSON DEFINE

Com a vantagem de 1 a 0, o Gigante da Colina voltou para o segundo tempo com três zagueiros e adotou uma postura mais recuada, pensando em sair para o jogo no contra ataque.  Aos 15 minutos, após um chutão para frente, a bola encontrou Fagner na área do Coritiba, o lateral chutou e Vanderlei deu rebote. Na sobra, Edmilson tentou a finalização, mas o arqueiro conseguiu fazer a defesa.

O Coritiba seguiu mal na partida e não conseguia entrar na área do Gigante da Colina. Aos 27 minutos, Marlone, que foi o melhor jogador em campo, fez uma linda jogada individual, invadiu a área e tocou para Edmilson, que só escorou para o fundo das redes e marcou o seu segundo gol na partida.

Após o segundo gol, o Vasco, que já estava recuado, se fechou mais ainda e o Coritiba foi para o tudo ou nada. Bastante cansados, os jogadores do Cruz-Maltino correram muito e fizeram de tudo para fechar a defesa. Até que aos 36, Robinho cobrou falta para a área e Luccas Claro subiu sozinho e descontou para o Coxa. Depois de marcar, o Coritiba iniciou uma leve pressão sobre o Gigante da Colina, mas não teve eficiência para empatar a partida.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2x1 CORITIBA

Local: Moacyrzão, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 2/11/2013, 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Renda e público: R$ 75.140 / 6.695 pagantes
Cartões amarelos: Abuda, Edmilson, Wendell e Renato Silva (VAS) Leandro Almeida, Gil e Carlinhos (CFC)
Gols: Edmilson 25'/1ºT (1-0) e 26'/2ºT (2-0); Luccas Claro 37'/2ºT (2-1)

VASCO: Alessandro, Fágner (Reginaldo 26'/2ºT), Jomar, Cris e Yotún; Wendel, Pedro Ken, Marlone, Juninho (Abuda 18'/1ºT), Francismar (Renato Silva - intervalo); e Edmílson - Técnico: Adilson Batista

CORITIBA: Vanderlei, Gil, Leandro Almeida, Luccas Claro e Carlinhos; Júnior Urso (Lincoln 39'/2ºT), Willian e Alex (Deivid 31'/2ºT); Geraldo (Vitor Junior 37'/1ºT), Júlio Cesar e Robinho - Técnico: Péricles Chamusca