icons.title signature.placeholder Luis Fernando Coutinho
01/02/2015
10:20

Depois de uma performance dominante por cinco rounds contra Nick Diaz, Anderson Silva foi o último a chegar na coletiva de imprensa pós-UFC 183, que aconteceu neste sábado, em Las Vegas (EUA), para avaliar o resultado de seu retorno triunfal ao octógono do Ultimate. Ao ser perguntado sobre a declaração ainda no octógono onde disse que talvez não volte a lutar, o ex-campeão dos médios explicou a motivação de tais palavras e deixou no ar a possibilidade de se aposentar após voltar ao octógono do UFC.

- Agora que terminei, vou voltar para a minha família. Meu filho vai falar para eu voltar para casa e parar. É meu filho, preciso conversar com a familia. Amo meu trabalho, isso sou eu, isso é muito importante, mas a familia é mais importante agora. preciso conversar com ele. Meu filho chora e pede para eu parar, ele diz que não preciso mais. Não sei (sobre o futuro). Estou falando sério agora - explicou o Spider.

Sobre o confronto com Nick Diaz, o brasileiro avaliou as brincadeira protagonizadas pelo americano no início da luta, quando chegou a deitar no octógono, e garantiu que no início do combate, quando também provocava o rival, não estava de brincadeira.

Anderson em coletiva de imprensa pós-luta (FOTO: Luis Fernando Coutinho)

- Não, em nenhum momento estava brincado. Eu estava lutando sério. Durante todos esses anos vocês viram a verdade. Hoje foi a mesma coisa, foi a verdade. Eu estava focado ali. Respeito o Nick, é um grande oponente. Luto por muito tempo aqui, é a primeira vez na minha vida que tive um grande oponente. Preciso dizer obrigado a ele. Foi um grande teste pra mim - declarou.