icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/03/2014
21:31

Em noite inspirada de Luan, o Grêmio encontrou dificuldades, mas conseguiu superar o Brasil de Pelotas, nesta quarta-feira, por 2 a 1 e está na final do Gaúchão. Soberanos na Arena, os anfitriões foram melhores durante grande parte da partida, mas não escaparam de um susto no final. Agora o Tricolor aguarda o adversário, que sai do confronto entre Internacional e Caxias.

Era Campeonato Gaúcho. Mas parecia Libertadores. Em menos de 20 minutos de partida, jogadores de Grêmio e Brasil já haviam criado tumulto em duas oportunidades. Os ânimos estavam exaltados na Arena. O Tricolor fazia valer a superioridade técnica, e dominava as estatísticas de posse de bola. Entretanto, o Brasil assustava bastante nos contra-ataques em velocidade. Especialmente pela esquerda, com Hahn e Alex Amado.

Coletivamente, o Imortal não conseguia romper a barreira xavante. Ao perceber isto, o jovem atacante Luan chamou a responsabilidade aos 38 minutos. Ele puxou para o drible, tirou o adversário da jogada e chamou a marcação. Ao perceber a infiltração de Dudu pela direita, tocou. O camisa 7 entrou cara a cara com o goleiro Luiz Muller, e bateu cruzado. Na tentativa de cortar, o zagueiro Fernando Cardozo jogou contra o próprio patrimônio e abriu o placar para os gremistas.

O Grêmio não demorou a encontrar a tranquilidade que precisava no segundo tempo. E ela veio de forma polêmica. Aos três minutos, Luan apertou a saída de bola, e o zagueiro Ricardo Schneider chutou contra o corpo do gremista. A bola pegou meio no braço dele, e o árbitro mandou seguir. Cara a cara com a baliza, a joia tricolor não teve dificuldades para cortar Muller e estufar as redes.

Depois do segundo gol do Imortal, o Xavante parecia entregar os pontos. Sem força para marcar com o mesmo ímpeto, a equipe do interior apenas esperava o apito final do contestado árbitro. Mas aos 40 minutos, Raulen cruzou e Gustavo Papa testou para as redes! O jogo se incendiou. Mas aí pesou a camisa. O Grêmio soube administrar bem os minutos finais e conquistou o direito de jogar a final.

FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO 2 X 1 BRASIL


Data-Hora: 26/3/2014 - 19h30
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa
Auxiliares: José Javel Silveira e José Eduardo Calza
Público-Renda: 22.250 (20.841 pagantes)/R$ 705.560,00
Cartões Amarelos: Barcos, Pará e Wendell (GRE); Cleiton, Leandro Leite e Wender (BRA)
Cartões Vermelhos: Não houve.

Gols: Dudu, aos 38'/1ºT (1-0); Luan, aos 4'/2ºT (2-0) e Gustavo Papa, aos 40'/2ºT (2-1)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Rhodolfo, Werley e Wendell; Edinho, Ramiro e Riveros (Alan Ruiz, aos 20'/2ºT); Dudu (Yuri Mamute, aos 33'/2ºT), Luan (Pedro Geromel, aos 46'/2ºT) e Barcos - Técnico: Enderson Moreira

BRASIL: Luiz Muller; Wender, Ricardo Schneider, F.Cardozo e Forster (Raulen, aos 27'/2ºT); Leandro Leite, Washington, Hahn, Túlio Souza (Papa, aos 6'/1ºT) e Cleiton; Alex Amado (Nena, aos 31'/2ºT) - Técnico: Rogério Zimermman