icons.title signature.placeholder Walace Borges
icons.title signature.placeholder Walace Borges
03/07/2013
21:25

Poucos minutos antes do duelo entre Botafogo x Figueirense começar pela terceira fase da Copa do Brasil, o público do Raulino de Oliveira, em Volta Redonda chegava a assustar. Às 21h15, o público pagante no local era de 220 pessoas.

Estádio vazio em Volta Redonda (FOTO: Walace Borges)

Os motivos podem ser muitos: a distância do Rio de Janeiro à Volta Redonda, o jogo ser em uma quarta-feira, às 21h50, e até mesmo o frio. Momentos antes da partida, marcavam 13 graus nos arredores do estádio.

A grande esperança dos jogadores alvinegros em ter um caldeirão apareceu por volta das 21h, quando uma van do Rio de Janeiro chegou ao estádio. Lotado de torcedores de uma torcida organizada, o veículo virou sensação entre os torcedores que chegavam ao local.



Poucos minutos antes do duelo entre Botafogo x Figueirense começar pela terceira fase da Copa do Brasil, o público do Raulino de Oliveira, em Volta Redonda chegava a assustar. Às 21h15, o público pagante no local era de 220 pessoas.

Estádio vazio em Volta Redonda (FOTO: Walace Borges)

Os motivos podem ser muitos: a distância do Rio de Janeiro à Volta Redonda, o jogo ser em uma quarta-feira, às 21h50, e até mesmo o frio. Momentos antes da partida, marcavam 13 graus nos arredores do estádio.

A grande esperança dos jogadores alvinegros em ter um caldeirão apareceu por volta das 21h, quando uma van do Rio de Janeiro chegou ao estádio. Lotado de torcedores de uma torcida organizada, o veículo virou sensação entre os torcedores que chegavam ao local.